Ginasta Nadia Comaneci parabeniza Rebeca Andrade por ouro nas Olimpíadas: "Incrível"

Lenda da ginástica artística, a romena Nadia Comaneci faz elogio à ginasta brasileira pelas conquistas em Tóquio

Escrito por Redação,

Zoeira
Rebeca Andrade com a medalha de ouro
Legenda: Rebeca Andrade já conquistou duas medalhas em Tóquio 2020
Foto: AFP

A ex-ginasta da Romênia Nadia Comaneci, que é conhecida por seus grandes feitos na ginástica artística, elogiou Rebeca Andrade pela conquista do ouro no salto das Olimpíadas de Tóquio. Nas redes sociais, neste domingo (1º), Nadia demonstrou orgulho pela vitória da brasileira.

Considerada uma das maiores da história, Nadia Comaneci foi a primeira a conseguir uma nota 10 nos Jogos Olímpicos. Além disso, conquistou cinco medalhas de ouro olímpicas, três delas em Montreal-1976 e duas em Moscou-1980, além de mais uma prata e um bronze em Montreal, e duas pratas em Moscou.

Ainda no início da carreira, em 2013, Rebeca passou pela competição Nadia Comaneci Invitational. Ao elogiar a brasileira, a romena relembrou o feito de Rebeca ainda tão nova. 

"Tudo começou em 2013 aqui em Oklahoma quando Rebeca Andrade venceu como júnior no Nadia Comaneci Invitational. Tão orgulhosa de seu trabalho árduo. Parabéns, Brasil", disse Nadia.

História de superação

O sucesso poderia até ter chegado um pouco antes não fossem as lesões na carreira da atleta. Só para se ter uma ideia, ela já foi submetida a três cirurgias para reparar o ligamento cruzado anterior no joelho direito.

"Eu cheguei a pensar em desistir, mas as pessoas sempre me incentivaram a continuar"
Rebeca Andrade
Ouro e prata nas Olimpíadas de Tóquio 2020

A história da ginasta de Guarulhos é de superação. A primeira delas é por se manter no esporte mesmo diante de todas as dificuldades na vida, como falta de dinheiro até para se locomover ao ginásio onde treinava. De família humilde, foi uma lutadora desde o começo, quando iniciou aos 4 anos na modalidade.

Com força, talento e explosão, ela tem chamado atenção dos especialistas da modalidade e inclusive recebeu elogios da lenda Nadia Comaneci após ser prata no individual geral.

Com a ausência de Simone Biles, que tem evitado competir para cuidar de sua saúde mental, Rebeca está nos holofotes da modalidade e já acumula dois pódios em Tóquio.