COM DEMANDA MAIOR

Ceará receberá 350 voos extras na alta estação

Maioria das frequências adicionais será realizada no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza

01:00 · 30.06.2018
avião
A Gol é a companhia aérea que ofertará o maior número de voos extras no período, com o incremento de 170, entre pousos e decolagens. Em seguida, aparecem a Azul, que terá 150 voos a mais, e a Latam, com a adição de 16 ( Foto: Kléber A. Gonçalves )

O Ceará vai receber nesta alta estação de julho quase 350 voos extras nos aeroportos de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Jericoacoara. A Gol lidera o número de operações, com 170 voos entre pousos e decolagens. Em seguida, aparecem Azul, com 150 voos e Latam com 16. 

A Avianca informou que não deve ter frequências extras no período. O Aeroporto Pinto Martins, na Capital, vai ofertar a maior quantidade de entradas, totalizando 278. 

A Gol é a empresa aérea que vai ofertar mais voos extras no Estado do Ceará neste período, influenciada, principalmente, pelo centro de conexões que a companhia mantém em Fortaleza, juntamente com a Air France/KLM e Gol. “Durante a alta temporada de inverno, em julho, a companhia adicionou 170 voos em Fortaleza, um dos destinos que recebem a maior concentração de operações adicionais da companhia durante o período”, informou.

Leia ainda:

> Primeiras férias com hub devem gerar renda de R$ 1,8 bi no Ceará
> Barracas: 50 mil pessoas a mais por semana
> 300 vagas de emprego temporário disponíveis
> Promoções para aquecer as vendas e dobrar faturamento
> Ceará receberá 350 voos extras na alta estação
> Fluxo até 40% maior nos shoppings

A ampliação da Gol atinge as cidades de São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Rio de Janeiro (Galeão), Belém, Brasília, Foz do Iguaçu, Manaus e Córdoba, na Argentina. “Além de disponibilizar três novas rotas com destino a Confins, Curitiba e Goiânia, reforçando o compromisso da Gol em atender os destinos mais procurados durante a alta temporada”, acrescentou em nota.

De acordo com a companhia “estas alterações proporcionam mais comodidade aos viajantes permitindo que o cliente voe sem a necessidade de fazer conexões ou escalas, garantindo uma melhor experiência”. 

Azul 

A Azul Linhas Aéreas, que opera nos aeroportos de Fortaleza, Jericoacoara e Juazeiro vai oferecer mais 150 voos para os destinos cearenses. A companhia aérea vai ofertar na Capital cearense 92 operações extras, entre Goiânia e Fortaleza (um voo semanal entre 30 de junho e 4 de agosto), Campinas e Fortaleza (quatro voos semanais, entre 02 de julho e 03 de agosto) e na rota entre Recife e a Capital cearense (cinco voos semanais que devem se manter regulares).

Juazeiro e Jericoacoara

Em Juazeiro do Norte, a Azul informou que vai acrescentar Recife-Juazeiro do Norte com um voo semana, entre 8 de julho e 5 de agosto, e Campinas e Juazeiro, com quatro voos semanais, entre os dias 2 de julho e 3 de agosto. Em Jericoacoara, a companhia vai adicionar uma frequência semanal entre o destino cearense e Recife. 

Além disso, o voo entre Jericoacoara e Confins (Belo Horizonte) passa a ser regular a partir de 7 de agosto. As novas operações serão realizadas às terças e quintas com as aeronaves modelo Embraer 195, que tem capacidade para até 118 clientes. 

Latam

Sem contar com as 16 operações extras, a Latam Airlines vai ampliar em 25% o número médio de chegadas e partidas domésticas diárias da LATAM em Fortaleza. Já no mercado internacional, o aumento será de cinco vezes, passando de 2 para 10 a quantidade semanal de chegadas e partidas internacionais da companhia em Fortaleza.

Em 1º de julho, a Latam inaugura a terceira frequência entre Fortaleza e Miami, ampliando de de dois para três o número de voos semanais na rota. Em 5 de julho, será inaugurada a rota Fortaleza-Orlando-Fortaleza, com dois voos por semana. Em 2 de julho, será retomada a rota Fortaleza-Galeão-Fortaleza, com 1 voo semanal. Os demais acréscimos serão inaugurados a partir de agosto.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.