Paulista de 13 anos sonha em construir uma biblioteca de Cordéis no interior de São Paulo

Para concretizar o projeto, Pedro do Cordel realiza uma campanha de financiamento coletivo virtual

"Quero vê plantação de apaixonados pela cultura nordestina!", este é o sonho do paulista Pedro Popoff, de 13 anos. Conhecido pelo nome artístico de Pedro do Cordel, o garoto já faz projetos de "gente grande" para alcançar a sua meta. A nova missão é a construção de uma Cordelteca em Bauru, interior de São Paulo.

Sem nenhuma referência familiar sobre o Nordeste, o garoto explica que o apreço pela cultura da região já estava "dentro dele" e a vê como sinônimo de cultura brasileira. Pedro ainda diz ser "muito grato" pois teve vasto aprendizado com o saberes nordestino. 

Aos 8 anos, o menino fez o seu projeto inicial, o Brincando Cordel, por meio do convite de uma escola na localidade de Bauru para fazer uma palestra sobre a cultura nordestina. Desde então, o paulista utiliza a literatura do cordel e o baião para disseminar o Nordeste entre as crianças. "Com toda essa trajetória do Brincando de Cordel, que vai fazer 5 anos, já atingiu 21 mil crianças. E surgiu alguns poetas e cordelistas", esclareceu Pedro. 

Para plantar mais sementes apaixonadas pela arte do nordeste, Pedro está com uma campanha de financiamento coletivo com o intuito de arrecadar a quantia de R$ 12.000,00 para a construção da Cordelteca, uma biblioteca de Cordel.

O pequeno cordelista explica que não tem patrocinadores e nem conta com leis de incentivo ou políticas públicas, mas "faz tudo com raça pra realizar esse sonho". Então, encontrou como solução para montagem da biblioteca a "vaquinha virtual"

A Cordelteca ficará dentro do terreno da loja da família de Pedro. O espaço foi cedido pelos pais do garoto, que apoiam a causa e prestam apoio na campanha.

Multifacetado

Apesar da sua missão, Pedro é aplicado na escola. O garoto conta que sua rotina é dividida entre as aulas, tarefa de casa e cursos de dublagem e teatro. Depois das atividades, ele dedica seu tempo em estudar o cordel e as apresentações da banda de forró pé-de-serra. "Estudo em primeiro lugar! Se não der certo conciliar os projetos, vou para priorizar a escola", reforça o menino.

Cangaço

Um outro sonho do menino foi realizado, o de conhecer o Nordeste! Através dos congressos Cariri Cangaço e Sertão Cangaçom, ele visitou o Crato-CE e Exu-PE

Pedro vivenciou a cultura do Crato e também passou por Fortaleza, onde fez amizades com cordelistas cearenses. Além disso, o garoto participou do programa Se Liga, da TV Verdes Mares

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?