Festival de Cannes terá edição especial e mais enxuta em outubro

A programação será centrada em curtas-metragens. Evento tradicional foi cancelado no último mês de maio, devido à pandemia

Legenda: Cineastas brasileiros Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, diretores de Bacurau, foram premiados na última edição presencial de Cannes
Foto: Valery Hache - AFP

A organização do Festival de Cannes anunciou, nesta segunda-feira (28), que fará uma edição especial entre os dias 27 e 29 de outubro, enxuta e centrada em curtas-metragens. Um dos mais importantes eventos cinematográficos do mundo, o festival, originalmente programado para acontecer em maio, havia sido cancelado devido à pandemia de coronavírus.

Seus organizadores chegaram a anunciar a lista de filmes selecionados deste ano e firmaram parcerias com outros eventos, mas não deram dicas de que uma "mini-versão" de Cannes pudesse acontecer em 2020.

Agora, o 2020 Special Cannes, como foi batizado, levará o público ao auditório Louis Lumière, no Palácio dos Festivais, no sul da França, para conferir quatro longas e todos os curtas-metragens selecionados para a mostra competitiva deste ano. Também serão exibidas as produções universitárias da seção Cinéfondation. Em breve, ainda será divulgado um júri que concederá a Palma de Ouro de curtas-metragens.

Os quatro longas que compõem a programação deste mini-festival são "Un Triomphe", de Emmanuel Courcol e Kad Merad, "Les Deux Alfred", de Bruno Podalydès, "True Mothers", de Naomi Kawase, e "Beginning", de Déa Kulumbegashvili.

"A coleção de quatro filmes da seleção oficial, a competição de curtas, a competição de filmes universitários e os encontros traduzem a alegria que nós sentimos por estarmos juntos em Cannes em outubro", afirmou Thierry Frémaux, diretor do festival, em nota. O evento também aproveitou para confirmar que sua edição de 2021 segue planejada para entre os dias 11 e 22 de maio.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?

Assuntos Relacionados