Fausto Nilo e Moraes Moreira se apresentam no Cineteatro São Luiz, nesta quinta

Após passar pelo Sertão Central, a dupla leva o show "Corações Democratas" ao equipamento no centro da cidade, com canções que selam a duradoura e inspirada parceria

Legenda: Em Quixeramobim, encerrando a Mostra Sesc de Culturas Sertão Central, Fausto Nilo e Moraes Moreira contagiaram o público
Foto: FOTO: DAVI PINHEIRO

Tem sempre um riso e um olhar. E, quando menos se espera, ora um aperto de mão, ora um afago companheiro no ombro. Não é difícil percebê-los - mesmo de longe, no meio da multidão - e são sinais concretos de parceria duradoura, amizade que se viu ressignificada por meio da música e da partilha de muitas experiências. Trajetórias ligadas, assim, pelo afeto; revitalizadas pela arte.

Unindo esses eixos, Fausto Nilo e Moraes Moreira apresentam, hoje, "Corações Democratas" no Cineteatro São Luiz, no Centro da Capital. Em sessão única, o show é um passeio por algumas das principais canções escritas pela dupla, interpretadas por nomes como Caetano Veloso, Nara Leão, Trio Elétrico Dodô e Osmar e Gal Costa.

"Chão da Praça", "Pão e poesia", "Bloco do Prazer" e "Eu Também Quero Beijar" são amostras potentes do inspirado ofício dos dois em versos. As composições deverão coroar o público com memórias de outros carnavais, alegrias multiplicadas no caldo da nostalgia.

Esse álbum sonoro de lembranças deve ganhar ainda mais destaque pelo valor dado às experiências de ambos. Nos 80 minutos de show, Fausto e Moreira costuram sons com aventuras vivenciadas nos mais de 40 anos de parceria, numa aura simultaneamente leve e intimista.

Encontro

Fortaleza é o segundo local que recebe a apresentação. A estreia da turnê - um projeto piloto, ainda sem destinos confirmados - foi em Quixeramobim, durante encerramento da Mostra Sesc de Culturas Sertão Central. Visivelmente emocionado - e filho ilustre do Município, onde viveu até os 11 anos - Fausto Nilo, assim que subiu ao palco, na Praça da Prefeitura, afirmou: "Este é um momento muito importante na minha vida".

A declaração antecipou sucessos, como "Casa Tudo Azul", "Dona da minha cabeça" e "Chorando e cantando", integrando a primeira parte do show, tocada apenas pelo artista e banda. Na segunda, é somente Moraes Moreira que assume o leme, com "Preta Pretinha", "Festa do interior" e "Brasil descendo a ladeira". A última parte envolve os dois.

"Encontrei Fausto numa noite, durante festa de uma amiga em comum, e ele virou um dos meus principais parceiros. De cara, a gente se deu. Ficou muito fácil fazer música", lembra Moraes Moreira, ex-integrante da antológica Novos Baianos.

Por sua vez, Fausto evidencia aspecto importante, principalmente por iniciar o novo projeto em plena paisagem sertaneja. "Descobrimos uma coisa em comum: éramos de duas cidadezinhas do sertão, eu do Ceará e ele da Bahia. Isso nos levou a conversar sobre as músicas tocadas em alto-falantes, como aquelas de Orlando Silva, Dalva de Oliveira, Ângela Maria? Essa amizade vem daí".

Antes de se dirigir ao palco de Quixeramobim, como se estivesse preparando as emoções que concederia ao público, Nilo afirmou: "Nossa união chegou num momento que eu precisava muito, pois estava saindo do Ceará num período de ressaca da ditadura. Ao encontrar esse cara (Moraes), com sua alegria e irreverência, disse a mim mesmo, 'rapaz, a vida tem outro sentido'". É o que justifica riso, olhar, apertos de mão e afagos. Por onde forem, em frente aos holofotes ou longe deles, haverão de acontecer.

Serviço

Show "Corações Democratas", com Fausto Nilo e Moraes Moreira

Nesta quinta-feira (1°), às 19h, no Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 - Centro). Ingressos: R$ 40,00 (inteira), à venda na bilheteria do local ou no site da Tudus.

Contato: (85) 3252-4138