Direção nacional do Progressistas anula apoio do partido a Camilo e Elmano no Ceará

A coligação com os petistas foi aprovada pelos dirigentes locais no último sábado (30)

Escrito por Igor Cavalcante, igor.cavalcante@svm.com.br

PontoPoder
Posse de Camilo Santana em janeiro de 2019
Legenda: Posse de Camilo Santana em janeiro de 2019
Foto: Dário Gabriel/AL-CE

A direção nacional do Partido Progressistas (PP) anulou o apoio dado pelo diretório cearense da sigla às candidaturas de Elmano de Freitas (PT) ao Governo do Ceará, e de Camilo Santana (PT) ao Senado. A coligação com os petistas foi aprovada pelos dirigentes locais no último sábado (30).

A Comissão Executiva Nacional da sigla, sob comando do deputado federal Cláudio Cajado (PP), ordenou a anulação parcial do evento realizado no Ceará, revertendo exclusivamente o apoio ao PT. 

'Surpresa'

Em entrevista ao Diário do Nordeste, o deputado estadual Zezinho Albuquerque (PP), uma das principais lideranças do partido no Ceará – além de pai do presidente da sigla no Estado, o deputado federal AJ Albuquerque (PP) –, disse estar ciente e surpreso da decisão. 

“Sabia que iriam fazer alguma coisa, mas quando fizemos a coligação com o PT, PV, PCdoB e MDB, não havia nenhuma diretriz da Executiva nacional sobre apoios”, disse. O parlamentar ressaltou que irá conversar com dirigentes nacionais do partido para “avaliar o que fazer”.

Nacionalmente, o PP é presidido por Ciro Nogueira (PP), ministro-chefe da Casa Civil do Governo Bolsonaro. O presidente da República, inclusive, chegou a cogitar filiar-se ao Progressistas.

AJ Albuquerque foi procurado pela reportagem, mas não respondeu.