'Tolerância zero': Petrobras aprova guia de conduta ética para fornecedores

Documento traz ainda orientações sobre os valores praticados pelos parceiros

Fachada do prédio da Petrobras no Rio de Janeiro
Legenda: Guia está alinhado a diretrizes de grandes instituições do mercado financeiro internacional, segundo a petrolífera
Foto: Agência Brasil

A Petrobras aprovou o Guia de Conduta Ética para seus Fornecedores, um documento com orientações sobre valores e comportamentos éticos esperados exclusivamente para fornecedores tanto no Brasil quanto no exterior, que estejam envolvidos em processos negociais e que tenham celebrado contratos, convênios e termo de cooperação com a petrolífera.

O guia reafirma tolerância zero da petrolífera a toda e qualquer forma de fraude e corrupção, "cobrando a mesma postura de nossa cadeia de fornecedores".

Segundo comunicado, o documento foi elaborado de acordo com as melhores práticas internacionais e está alinhado com as diretrizes do Dow Jones Sustentability Index, do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3, do Corporate Human Rights Benchmark e do selo Empresa Pró-Ética do Instituto Ethos e da Controladoria Geral da União.

O guia reforça ainda que os fornecedores devem promover condições dignas e seguras de trabalho aos seus empregados e combater o trabalho infantil e escravo, assim como o respeito com o meio ambiente. O documento determina também que os fornecedores devem promover a diversidade, igualdade de gênero e racial e a inclusão de pessoas com deficiência.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios