Tempo de antecipação de pagamento de benefícios do INSS é prorrogado para quem aguarda perícia

Aqueles que entraram com o requerimento até o 31 de outubro terão direito à antecipação até 31 de dezembro

agência do Inss
Legenda: Segundo o Inss, requerentes do Auxílio-doença têm o direito à antecipação do pagamento de 1 salário mínimo (R$ 1.045)
Foto: José Leomar/SVM

Pessoas que ainda aguardam o resultado da perícia médica terão o tempo de pagamento de antecipações para benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A novidade vale para pedidos de Auxílio-doença e de Benefício Assistencial ao Deficiente

Aqueles que entraram com o requerimento até o 31 de outubro terão direito à antecipação até 31 de dezembro. 

Segundo o Inss, requerentes do Auxílio-doença têm o direito à antecipação do pagamento de 1 salário mínimo (R$ 1.045). O valor deve ser pago a partir da inserção do atestado médico pelo aplicativo Meu INSS. Se a pessoa tiver direito a um benefício maior do que o salário mínimo, a diferença será paga após a realização da perícia média. 

Para agendar a perícia é preciso usar o aplicativo Meu INSS ou buscar o serviço de atendimento pelo telefone (135). 

Já para os casos de de Benefício de Prestação Continuada (BPC) ao deficiente, o pagamento mínimo é de R$ 600 e fica garantido a partir da checagem dos dados do Cadastro Único. 

Para solicitar o BPC é preciso, além de ser identificado como tendo uma deficiência, ter uma renda familiar abaixo de 25% do salário mínimo. 

Para retiradas de dúvidas, o INSS recomenda a utilização do aplicativo ou o site da instituição. Dúvidas de acesso ao Meu INSS podem ser resolvidas pelos tutoriais e atendente virtual na página www.inss.gov.br, além do Whats App (61) 9638-8396.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios