Renata Vasconcellos se recupera da Covid, volta ao Jornal Nacional e faz alerta: 'não é uma gripe'

Apresentadora contou que teve sintomas leves da doença, já que está vacinada contra a Covid-19

Escrito por Redação,

Zoeira
Legenda: Renata ficou afastada por alguns dias para se recuperar da doença
Foto: reprodução/TV Globo

A apresentadora e jornalista Renata Vasconcellos voltou à bancada do Jornal Nacional na noite de terça-feira (18) e revelou como passou pelo tratamento contra a Covid-19. Diagnosticada há mais de uma semana, ela foi afastada da função e alertou os espectadores: “não é como a gripe”.

“Comecei a ter um pouquinho de dor de garganta à noite e comecei a me sentir um pouco congestionada. Resolvi fazer o teste rápido para ver, e deu negativo. Os sintomas persistiram, fiz novamente o teste no dia seguinte, e deu positivo”, revelou a jornalista sobre como se sentiu ainda no dia 8 de janeiro.

Sintomas leves

Durante a explicação, Renata foi questionada por William Bonner sobre os sintomas da doença, mas revelou que ela se apresenta de forma diferente em cada pessoa.

“No meu caso, foi uma dor de garganta leve, durou alguns dias, e essa sensação de congestionamento que é diferente de uma gripe comum. Não sei se outras pessoas que tiveram a Covid tem essa sensação, não é como uma gripe. É parecido, mas não é igual”, reforçou.

Segundo ela, o congestionamento nasal esteve bastante presente entre os sintomas, assim como pouca tosse, alguns espirros e uma prostração por volta do quinto dia após o diagnóstico médico. Para o tratamento, ela contou, bastante água e repouso foram recomendados, já que está vacinada com as duas doses

“Quero agradecer a todos a oportunidade de estar de volta na sua casa, muito obrigada, trazendo as notícias do Jornal Nacional, e dizer que é um prazer estar de volta ao trabalho depois da Covid”, finalizou Renata, que havia sido substituída por Ana Luiza Guimarães.