Fãs resgatam carta aberta de Pedro Scooby para Dom após acidente de Nazaré

Na época, Scooby revelou que pensou em abandonar o esporte

Escrito por Redação,

Zoeira
Carta foi publicada após acidente com Pedro Scooby, em 2019
Legenda: Carta foi publicada após acidente com Pedro Scooby, em 2019
Foto: Reprodução/Instagram

O surfista Pedro Scooby ganhou holofotes no Twitter, nesta quarta-feira (4), por meio do resgate de uma carta aberta escrita por ele, destinada ao filho Dom — fruto do relacionamento com Luana Piovani.

O texto foi escrito após o acidente de Pedro Scooby em Nazaré (Portugal), há dois anos. Na publicação, ele falou sobre como se sentiu naquele dia, comenta sobre a morte e o orgulho que sente do filho.



A carta foi publicada por um fã clube e mais de 61 mil pessoas compartilharam até o momento.

Pense em uma meia dentro de uma máquina de lavar, girando, girando, se perdendo numa imensidão de água, espuma e movimento. Foi assim que eu me senti naquela manhã de novembro do ano passado, em Nazaré (...). Você tem oito anos e ainda vai cometer muitos erros, inclusive erros que já cometi. Mas espero que você nunca viva isso.
Pedro Scooby
Surfista

Em um trecho, Scooby revelou que pensou em abandonar o esporte. "Se eu tivesse ficado mais alguns segundos lá embaixo, eu teria apagado e aí hoje eu não estaria aqui, e você seria um filho sem pai. Pensei se não seria melhor voltar ao Brasil, dar um tempo, esperar o medo passar, mas eu tenho a sorte de ter você como filho", disse.

Filho fez Scooby repensar esporte

Na publicação, o surfista relatou que Dom o ajudou a voltar. "Você tinha sete anos e estava aprendendo a dar mortal para trás. Eu te ajudava, mas em um momento você caiu errado. Não chegou a machucar, mas te deixou bloqueado (...). Expliquei como o medo poderia te impedir de concretizar coisas extraordinárias, e você concluiu do seu jeito. Você foi. E mandou um mortal perfeito".

E quatro dias depois eu voltei a Nazaré. Foi um swell perfeito. Eu surfei uma onda maior do que aquela que me derrubou. A onda da minha vida. E só existiu porque eu tenho você ao meu lado, me ensinando a viver.
Pedro Scooby
Surfista

No término da carta, o surfista falou terminar a vida no mar. "Nunca é um bom dia para morrer. Mas quando esse dia chegar, espero que seja no mar (...). E que você tenha orgulho de quem eu fui, porque eu tenho muito orgulho de você, Dom, meu filho".