Camila Loures: Motorista da Uber que expulsou influencer não foi demitido; entenda

Segundo a criadora de conteúdo, o condutor pediu que ela se retirasse do veículo após ela solicitar que fechasse as janelas

Escrito por Redação,

Zoeira
Montagem com imagens de Camila Loures chorando
Legenda: Influenciadora disse ter sido contra e dito que preferia seguir viagem com as janelas abertas
Foto: reprodução

Após a influenciadora Camila Loures revelar ter sido expulsa de um carro por aplicativo, na cidade de São Paulo, a Uber informou, nesta quinta-feira (19), que o motorista envolvido no episódio segue prestando serviço para a plataforma. 

"Este caso ainda está em análise, dado que estamos ouvindo ambas as partes para entender melhor o que aconteceu", explicou a empresa. 

Nessa quarta (18), a criadora de conteúdo fez um desabafo nas redes sociais sobre o episódio. Segundo Camila, o condutor pediu que ela se retirasse do veículo após ela solicitar que ele fechasse as janelas do automóvel devido ao frio.

A Uber declarou que segue um processo rigoroso,"a fim de garantir que todos os envolvidos tenham o direito de serem ouvidos."

Momento 'desesperador'

"Nunca passei por isso, que desesperador! Falei: 'Moço, tem como você fechar o vidro, está vindo vento na minha cara e está frio'. Ele disse: 'Não posso fechar, protocolos da Covid'", começou a contar em uma série de vídeos. As informações são da revista Quem

Em seguida, ela disse que insistiu e o homem sugeriu parar para ela sair e solicitar outra viagem. Ao ouvir a sugestão, a influenciadora disse ter sido contra e dito que preferia seguir viagem com as janelas como estavam, mas o condutor parou o veículo e falou: "desça do meu carro agora e peça outro".  

Camila desembarcou e contou ter ficado "desesperada" ao aguardar um novo carro "no meio de uma avenida" da capital paulista. Após embarcar em outro automóvel, ela relatou ter se sentido mal. 

"Comecei a tremer, não sei o que aconteceu e por que ele ficou contra mim. Não sei", desabafou.  

Em seguida, mais calma, ela explicou que costuma solicitar no aplicativo a opção de veículo com uso de ar-condicionado, exatamente para deixar os vidros fechado e, assim, evitar ser vítima de roubo. "Conheço duas pessoas que já foram roubadas assim. É perigoso", detalhou.

No entanto, mesmo tendo explicitado a preferência ao solicitar a viagem, o motorista se recusou e pediu que ela desembarcasse. Camila ainda relatou que argumentou, "disse 'moço, não precisa disso’, e comecei a chorar desesperada”, mas o condutor insistiu.

Momentos após postar o relato nas redes, Camila retirou os vídeos e publicou uma imagem informando estar resolvendo o problema com a Uber. Ainda na quarta-feira a empresa declarou, em nota à revista Quem, que orienta os parceiro e usuários a seguirem "as normas e autoridades locais" de enfrentamento à pandemia da Covid-19. Por isso, a viagem pode ser cancelada se "algum dos envolvidos se sentir desconfortável".

 

Quer saber mais sobre cultura pop, filmes, séries e famosos num só canal? O Zoeira está no Telegram! Acesse o link: https://t.me/zoeira_dn

Assuntos Relacionados