Escolas da rede municipal de Fortaleza devem retomar aulas presenciais a partir de setembro

Segundo a Prefeitura, aulas serão mantidas no modelo remoto em agosto, com previsão de retorno presencial escalonado no mês seguinte, das séries menores para as maiores

Legenda: Planejamento prevê retorno presencial somente para turmas do ensino fundamental
Foto: Kid Junior

A partir de setembro, as escolas da rede pública municipal de Fortaleza devem retomar as aulas presenciais, de forma escalonada, das séries menores para as maiores.

Por enquanto, as atividades presenciais estão previstas somente para estudantes do ensino fundamental (1º ao 9º ano), não incluindo os da educação infantil. 

Em agosto ainda será mantido o modelo de ensino remoto, informou a Prefeitura de Fortaleza ao Sistema Verdes Mares. O objetivo é que, nesta primeira fase, ocorra sensibilização e capacitação de toda a comunidade escolar em relação aos novos protocolos sanitários de prevenção à Covid-19.

Na segunda fase, haverá uma avaliação diagnóstica. E, em meados de setembro, deverá começar a terceira, já no formato híbrido, ou seja, mesclando aulas remotas e presenciais. 

A ideia é que, gradualmente, 120 mil do 240 mil alunos da rede, portanto, a metade, já retorne em setembro às salas de aula. 

O planejamento da Prefeitura, já em fase final, inclui a realização de novos projetos voltados para garantir a segurança e adesão dos alunos em sala de aula. O cronograma oficial deve ser divulgado nos próximos dias.

Retomada coincide com fim da vacinação de professores

O período de retomada às atividades presenciais, em setembro, também coincidirá com o fim da imunização dos professores, projeta a Prefeitura.

Recentemente, o governador Camilo Santana declarou, em entrevista ao Sistema Verdes Mares, que a segunda dose da vacina contra a Covid-19 em professores e demais profissionais da educação seria antecipada para julho.

A ideia, segundo ele, é justamente completar a imunização desse público para garantir o retorno às aulas presenciais no segundo semestre.

A proposta está em tratativa com a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), e visa “retomar as aulas o mais rápido possível, mas garantindo segurança aos profissionais” e à comunidade escolar, frisou o governador.

Aulas presenciais na rede estadual

As escolas públicas estaduais de Ensino Médio também devem aderir ao formato híbrido de ensino, mas já a partir de agosto. 

A Secretaria da Educação (Seduc) diz que vem trabalhando para que isso ocorra, "seguindo portaria que estabelece as normas para a retomada gradual, respeitosa, dialogada e segura". 

A Pasta também acrescenta que o retorno parcial das aulas presenciais vem sendo constantemente dialogado com entidades de classe e representantes dos professores, alunos e comunidade.

 

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab