PIB deve crescer em torno de 1,0% em 2019, diz ex-presidente do Banco Central

No quadro traçado por Affonso Celso Pastore, a economia seguirá se arrastando porque não há fontes de impulso para a demanda agregada