Mercado já vê crescimento de 2% em 2020 mais como alvo do que como piso

O mercado ainda vê pontos favoráveis na construção civil, na safra agrícola recorde, no consumo das famílias, no mercado de trabalho e, principalmente, no aumento do crédito