embalagens de lubrificantes

Estado do Ceará adere ao Projeto Jogue Limpo de logística reversa

Em 2013, foram gastos, no País, 13,7 milhões de reais na administração e operacionalização de todo o sistema

00:00 · 03.09.2014
Projeto Jogue Limpo
As embalagens usadas são recolhidas nos postos cadastrados nos dias da coleta programada; em seguida, o material é eletronicamente pesado e as informações são transferidas para o site do Jogue Limpo ( FOTO: NATINHO RODRIGUES )

O Ceará foi o último dos 14 estados brasileiros a aderir ao programa de logística reversa Jogue Limpo, do segmento de lubrificantes, conforme o Acordo Setorial com o Ministério do Meio Ambiente, em atendimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PRNS).

O programa foi lançado ontem pela manhã, no Posto JG, na Avenida Washington Soares, e contou com a presença de diversas autoridades ligadas ao meio ambiente.

Maurício Séllos, coordenador nacional do Jogue Limpo, conta que, com a adesão do Ceará, são 14 estados a atender o acordo assinado com o Governo federal.

"O Ceará já atende 16 municípios. São mais de 300 pontos cadastrados. O compromisso assumido junto à Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) é de que até o fim do ano estejamos em 25% dos municípios cearenses; em 2015, em 75% e, em 2016, em todos eles".

Segundo Maurício, através de uma senha que é repassada à Semace, o órgão ambiental do Ceará poderá acompanhar todos os passou do Jogue Limpo. "É o princípio da transparência e da rastreabilidade. Assim será possível saber o que está sendo recolhido e qual a destinação que está sendo dada".

Maurício revela que os lubrificantes representam apenas 2% das embalagens plásticas do País. "Saíamos na frente. Esperamos que os 98% possam seguir o mesmo caminho e que, em breve, todo plástico utilizado percorra o caminho da logística reversa", destaca Maurício.

O superintendente da Semace, José Ricardo Araújo, ressaltou a importância do Jogue Limpo. "A partir de agora, temos como atuar, fiscalizando com maior firmeza os postos de gasolina, já que temos um instrumento para monitorá-los. Vamos cobrar deles o relatório do descarte das embalagens, antes de concedermos a licença ambiental. A lei nos permite solicitar as notas fiscais para checarmos os estoques e observarmos se a destinação correta está sendo dada a esse material".

Iniciativa feliz

Edilene Oliveira, gerente da Célula de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) da Prefeitura, se disse feliz com a iniciativa. "Cada segmento da cadeia de resíduo que encontra sua destinação final adequada contribui para a melhoria do meio ambiente. É muito bom que outros segmentos cumpram também a PNRS".

Para o professor Alberto Gradvol, coordenador especial de Limpeza Urbana da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, é importante lembrar que o óleo é considerado um resíduo de classe um, portanto, perigoso. "Quando está em contato com a embalagem, ele a contamina. E aí ela deve ser devidamente descartada. Nesse primeiro instante, o material recolhido está sendo enviado para a Bahia. Entretanto, quando começar a se gerar um volume maior, é interessante que as embalagens sejam tratadas aqui mesmo no Ceará pois, além de mais prático e menos dispendioso, pode gerar mão de obra. Após a descontaminação, as embalagens poderiam ficar por aqui mesmo para darmos uma destinação adequada.

O assessor de economia do Sindipostos-CE, que apoia o programa, Antônio José, garantiu que a iniciativa vem despertando o interesse dos donos de postos do Ceará. "Estamos prontos para colaborar e fazermos nossa parte para que a PNRS seja respeitada".

20 Baías de Guanabara

Em agosto, o programa de logística reversa Jogue Limpo atingiu a marca de 300 milhões de recipientes reciclados desde sua inauguração em 2005, em todo Brasil, o que equivale a 20 Baías de Guanabara.

O segmento de lubrificantes foi o primeiro a assinar o Acordo Setorial com o Ministério do Meio Ambiente para atendimento à PRNS. Em novembro de 2013, um Termo de Compromisso para a instalação do programa de Logística Reversa foi assinado com o Estado do Ceará, através da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace).

Criado em 2005 pelo Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom), o Jogue Limpo começou a operar no Rio Grande do Sul e hoje atua em 14 estados, além do Distrito Federal. Ao todo, são 21 centrais instaladas e 57 caminhões em operação, que rodam aproximadamente 210 mil km por mês. A expectativa é que, até o final deste ano, 2.949 municípios sejam atendidos em todo o Brasil.

O Jogue Limpo estabelece o recebimento, sem ônus, através da cadeira de pontos cadastrados de revenda do produto. As embalagens são transportadas em veículos especiais para as centrais de recebimento. Nessas centrais, as embalagens plásticas usadas recebem um tratamento inicial, são drenadas e prensadas, possibilitando o seu encaminhamento para as empresas recicladoras licenciadas e aprovadas pelo Programa.

Fernando Maia
Repórter

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.