Ludmilla Holanda supera preconceitos e conquista título nacional de beleza plus size

As rejeições e o bullying sofridos desde a infância marcaram, mas não comprometeram a autoestima da cearense e modelo plus size que, aos 26 anos, traz para o Estado o principal título na categoria

Escrito por Zilda Queiroz, zilda.queiroz@svm.com.br

Verso
Legenda: A cearense Ludmilla Holanda é a Miss Plus Size Nacional 2019
Foto: Foto: Thiago Gadelha

 A modelo cearense Ludmilla Holanda, coroada Miss Plus Size Nacional 2019, no dia 30 de novembro, no Rio de Janeiro, conta que o título é a realização de um sonho e a superação diante de tantas exclusões por sua "beleza" não atender os padrões impostos pela sociedade.

O despertar por tornar-se miss aconteceu logo após Ludmilla fazer um curso de modelo. A partir daí, ela descobriu a paixão pela passarela e os holofotes do concurso. A miss revela que sempre foi gordinha,  vaidosa e bem resolvida.  

Legenda: Ludmilla em desfile de gala na noite do concurso nacional
Foto: Foto: Márcos Salles

"Desde criança me arrumava em casa para fazer fotos. Nunca tive  problema de me aceitar. A não aceitação sempre veio das outras pessoas. Sentia essa pressão tanto de famililiares, que falavam, 'Ah, você tem um rosto lindo, mas precisa emagrecer um pouco'. E também de namorados que aceitam, no entanto, mascaradamente querem que você emagreça. Tive um namorado assim. Esse foi um dos maiores problemas comigo mesma", confessa.

Exigências

A exemplo dos concursos de beleza tradicionais, a cearense confessa que, o Miss Plus Size exige uma preparação, não só relacionada à beleza, mas de passarela, de como se porta uma miss ao representar uma classe que, por muitos anos foi descriminada.  Ou seja, a maior felicidade de Ludmilla nesse momento é  poder se colocar como porta voz  desse público que, de certa forma, se espelha nela. 

Portanto, na contramão do pensamento de alguns, Ludmilla Holanda ressalta que ser plus size não significa, em nenhum momento, uma apologia à gordura, até porque a organização do concurso oferece para as candidatas acompanhamento nutricional, de personal e psicológico. A cearense, particularmente, há 8 anos pratica musculação, zumba, fit dance e, ela faz tudo isso por amor, e não por obrigação. 

"Nos preparativos para o concurso, a gente aprende a importância de se cuidar e, apologia à gordura, jamais! Queremos mostrar que somos felizes e saudáveis sim, sendo gorda. Eu não tenho nenhum problema de saúde, faço exames há cada seis meses. Sou formada  em enfermagem e sei a importância de ter acompanhamento médico regular. Minha glicemia, pressão e trigliceridios estão todos em seus parâmetros normais", revela a Miss.

Propositos

Legenda: Momento da coroação da Miss Plus Size Ludmilla Holanda
Foto: Foto: Márcos Salles

Por conta do título Ludmilla decidiu adiar a especialização na área de estética avançada para se dedicar às responsabilidades e ações relacionadas ao seu ano de reinado.

"No momento, quero abraçar com tudo as causas que esse titulo merece. Pretendo dar visibilidade e voz a todas às mulheres que se espelham em mim e que já se sentiram diminuídas e discriminadas por causa do seu peso e do seu corpo", retrata Ludmilla.