Murici: o que é, quais são os benefícios e como fazer o suco

A fruta é usada como alimento e como agente terapêutico, principalmente pela ação cicatrizante e anti-inflamatória que tem

Fruto murici
Legenda: A frutificação tem início em novembro/dezembro e vai até abril/maio do ano seguinte
Foto: Shutterstock

murici é o fruto do muricizeiro, uma árvore perene com altura que varia entre 2m e 6m. Ele, que tem nome científico Byrsonima crassifólia (L) Kunth, pertencente à família Malpighiaceae do gênero Byrsonima, possui mais de 150 espécies. O nome vem do Tupi-Guarani e significa "árvore pequena".

De acordo com a nutricionista Tatyane Costa*, o nome popular "murici" pode ser dado a várias espécies diferentes da família Malgighiaceae, como:

  • Murici-pequeno (B. verbascifolia);
  • Murici-da-chapada (B. salzmanniana);
  • Murici-de-flor-vermelha (B. punctulata);
  • Murici-da-mata (B. crispa);
  • Murici-do-campo (B.crassifolia, B. intermedia);
  • Murici-das-capoeiras (B. lancifolia);
  • Murici-vermelho (B. amazônica), entre outras.

A espécie B. crassifólia é a mais comum, diz a especialista, e é encontrada na extensão das Guianas ao Brasil.

Características 

Segundo a nutricionista, o murici é uma drupa (fruto carnoso que tem uma única semente formando o caroço) pequena, arredondada ou alongada, tendo em média 1,5 a 2 cm de diâmetro.

Ele tem cor amarela no fruto maduro, e a parte comestível da fruta também tem essa coloração, com consistência pastosa e cheiro que se assemelha a queijo rançoso. "A frutificação tem início em novembro/dezembro e vai até abril/maio do ano seguinte", afirma.

Fruta típica do Norte e do Nordeste

Tatyane Costa explica que o muricizeiro é típico da região Norte e Nordeste, porém ele também pode ser encontrado nas regiões serranas do Sudeste, nos cerrados do Mato Grosso e Goiás, além de países que fazem fronteira com a Amazônia brasileira, América Central e Caribe.

Murici
Legenda: O nome "murici" vem do Tupi-Guarani e significa "árvore pequena"
Foto: Shutterstock

"O solo ideal para o desenvolvimento do muricizeiro é do tipo areno-argiloso. No entanto, foram encontradas plantas crescendo normalmente também em solos arenosos, bem como argilosos. A planta não tolera solos encharcados, preferindo aqueles com boa drenagem", informa. 

Murici e acerola são da mesma família?

Tanto a acerola quanto o murici pertencem à mesma família (Malgighiaceae), acrescenta a especialista. No entanto, eles são de espécies diferentes. Enquanto o murici é da espécie Byrsonima crassifólia (L), a acerola é da espécie Malpighia punicifolia (L).

Propriedades do murici

O fruto, complementa Tatyane Costa, vem sendo utilizado pela população como alimento e como agente terapêutico, principalmente pela ação cicatrizante e anti-inflamatória que tem.

Estudos mostram que o murici tem componentes antioxidantes, como compostos fenólicos, carotenoides e ácido ascórbico (vitamina C).

"Outras partes da planta também são utilizadas, por terem ação imunomoduladora, atividade antimicrobiana, antifúngica, atividade fotoquimioprotetora, antioxidante, atividade hipoglicêmica e hipolipidêmica e antidepressiva", pontua.

Benefícios

  • Combate a tosse e a bronquite

Os povos tradicionais comumente usam o chá de murici no combate a tosse e a bronquite. O chá das cascas do caule de Byrsonima intermedia A. Juss. (uma das espécies de murici) é utilizado popularmente no tratamento de diarreias e disenterias. As cascas contêm polifenóis que podem ser atribuídas atividades antimicrobiana, anti-hemorrágica, antidiarreica e anti-inflamatória.

  • Contribui para o bom funcionamento dos vasos sanguíneos

Por ter ação hipolipidêmica e ser rico em minerais, como potássio e magnésio, o murici pode conferir uma proteção ao organismo em relação ao desenvolvimento de doenças diretamente ligadas à saúde dos vasos como arteriosclerose, problemas cardíacos e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

  • Melhora o humor e ajuda no bom funcionamento do cérebro

É um aliado na melhora do humor e no bom funcionamento do cérebro porque tem vitamina C, um nutriente essencial para a produção de neurotransmissores como a serotonina, dopamina, adrenalina e noradrenalina, todos relacionados a regulação do humor.

  • Auxilia na imunidade e a curar resfriado

Por ser rico em vitamina C, nutriente essencial para o corpo, também pode ser um aliado no fortalecimento do sistema imunológico.

  • Previne o câncer

O principal fator relacionado a prevenção do câncer no caso do murici é o seu alto potencial antioxidante. Estudos mostram que ele pode estar relacionado com a prevenção do câncer de pele, por exemplo.

O extrato das folhas de Byrsonima crassifólia pode proteger a pele contra os danos causados pela radiação UVB ao agir como antioxidante reduzindo a atividade da mieloperoxidase (uma enzima que participa da produção de espécies reativas de oxigênio) e a secreção de citocinas pró-inflamatórias induzidas pela radiação ultravioleta B (UVB).

  • Combate a diabetes

Estudos feitos a partir do extrato de sementes do murici mostraram que as sementes são grandes fontes de propriedades hipoglicêmicas e antioxidantes.

Além disso, o extrato de semente do murici também demonstrou ser eficiente na redução do colesterol total e nos níveis de triglicerídeos, ao que parece o extrato de B. crassifolia pode ajudar no controle de radicais livres e na proteção às células contra o estresse oxidativo, suprimindo danos nas células pancreáticas.

Outro fator importante aqui é a grande quantidade de fibras presentes no murici. As fibras são componentes importantes para o controle da glicemia.

  • Evita anemia

Por ser rico em ferro, o murici pode ser um aliado na reposição desse mineral em organismo, bem como para a formação de novos glóbulos vermelhos, ajudando a prevenir anemia.

Outro fator importante é o fato do murici ser rico em vitamina C, que contribui para o aumento da biodisponibilidade de ferro, melhorando a absorção dele.

  • Ajuda no emagrecimento

As fibras presentes no murici estabilizam o nível de açúcar no sangue, auxiliam a regular o intestino e ajudam na saciedade, conseguindo controlar o apetite, fator importante para ajudar no processo do emagrecimento.

Além disso, o murici é uma fruta rica em nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo, e as possíveis atividades hipoglicêmicas e hipolipidêmicas mostram uma nova abordagem de tratamento para problemas como obesidade. 

Vale ressaltar que nenhum alimento, por mais natural e saudável que seja, é capaz de promover o emagrecimento sozinho. Portanto, se a intenção é perder peso, é importante aliar atividades físicas com uma alimentação equilibrada.

  • Melhora a saúde da pele e do cabelo

A vitamina C está diretamente ligada a produção de colágeno, proteína que confere sustentação e firmeza a pele. Já a vitamina E tem como uma das ações auxiliar a hidratação da pele.

  • Fortalece os ossos

O murici é rico em potássio. Estudos mostram que o aumento da ingestão de potássio por meio de frutas e verduras está associado a uma melhora da saúde óssea.

Sabe-se que o potássio reduz a excreção de cálcio pela urina e, consequentemente, aumenta a retenção desse mineral. Isso tem um impacto positivo na manutenção da massa óssea, reduzindo o risco de osteoporose.

  • Combate o mau colesterol

Estudos mostram que o extrato de semente do murici pode ser eficiente na redução do colesterol total e nos níveis de triglicerídeos.

  • Combate a prisão de ventre

O murici apresenta uma elevada quantidade de água na composição, bem como um alto teor de fibras. Em 100g de murici, há 17,91g de fibras alimentares das quais 16,55g são de fibras insolúveis.

Essas incluem a celulose, a hemicelulose e lignina, conhecidas por aumentar a saciedade e melhora do trânsito intestinal.

  • Poder antioxidante

Estudos mostram que o murici tem na composição compostos bioativos considerados antioxidantes, como compostos fenólicos, carotenoides, ácido ascórbico (vitamina C) e vitamina E.

Os compostos antioxidantes são um grupo de compostos capazes de prevenir processos degenerativos associados a radicais livres no organismo. 

Outros benefícios

Além disso, conforme a nutricionista Tatyane Costa, o murici ajuda a curar afecções da boca e da garganta; amigdalites; chagas; corrimento vaginal; diarreia; faringites; feridas; fissuras anais; gengivites; hemorroidas; e infecções intestinais.

Murici
Legenda: A fruta é consumida in natura ou cristalizada, e a polpa é utilizada para refrescos, sorvetes, cremes, iogurtes, doce em pasta e licores sendo também consumida misturada com farinha de mandioca
Foto: Shutterstock

De acordo com a especialista, as folhas e casca do murici vêm sendo utilizadas na medicina tradicional para tratar tosses, desordens gastrointestinais, infecções ginecológicas e da pele.

"Isso devido ao seu potencial anti-inflamatório, por sua ação cicatrizante e sua atividade antimicrobiana e antifúngica", destaca a especialista.

Consumo

Como fazer o suco de murici?

  • Ingredientes:
  • 200 gramas de polpa de murici
  • 4 colheres (chá) de açúcar demerara (opcional)
  • 2 cubos de gelo
  • 2 copos de água
  • Modo de preparo: coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem. Despeje em copos e sirva.

Como fazer o chá de murici?

Prepare uma infusão utilizando uma xícara de água fervente e uma colher (de sobremesa) de folhas de murici picadas. Deixe a mistura abafada e depois de dez minutos coe a bebida e beba em seguida.

Outras formas de consumi-lo

A fruta é consumida in natura ou cristalizada, e a polpa é utilizada para refrescos, sorvetes, cremes, iogurtes, doce em pasta e licores sendo também consumida misturada com farinha de mandioca.

Como conservar

Uma boa forma de conservar o murici é congelar.

Fonte

*Tatyane Costa Lima (@tatycostanutri) é graduada pela Universidade de Fortaleza (Unifor), pós-graduada em Nutrição Clínica e Fitoterapia Aplicada, Aperfeiçoada em Bioquímica e Metabolismo. Atua em consultório particular em Fortaleza–CE, promovendo atendimento e acompanhamento nutricional para adultos e idosos com foco na nutrição preventiva, mudança de hábitos e melhora da qualidade de vida.


Assuntos Relacionados