Sarto envia à Câmara projeto de lei sobre fornecimento de absorventes em escolas

Prefeito espera que parlamentares tenham a "sensibilidade necessária" para aprovar a matéria

Na imagem, estão a coordenadora especial de Políticas Públicas para Mulheres da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), Christina Brasil, o prefeito de Fortaleza, José Sarto, e a secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha.
Legenda: O projeto de lei foi enviado ao legislativo pelo prefeito José Sarto nesta sexta-feira (15).
Foto: Kiko Silva/Prefeitura de Fortaleza

O prefeito José Sarto (PDT) enviou à Câmara de Vereadores nesta sexta-feira (15) projeto de lei que institui o fornecimento de absorventes higiênicos nas escolas da rede municipal. O projeto, de acordo com o prefeito, combate a pobreza menstrual e minimiza as consequências na frequência escolar e na aprendizagem. 

“É uma medida que busca proporcionar dignidade a adolescentes que não têm condições de comprar absorvente e, por isso, acabam faltando as aulas. Um problema que repercute na educação, na formação das nossas meninas”, argumentou Sarto, que espera que os parlamentares tenham a “sensibilidade necessária” para aprovar a iniciativa. 

O investimento na compra dos absorventes deve partir de dotações orçamentárias próprias da Prefeitura, segundo a mensagem enviada ao legislativo. 

O anúncio foi feito pelo prefeito acompanhado da secretária da Educação, Dalila Saldanha, e da titular da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulheres (CEPPM) da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), Cristhina Brasil. 


Assuntos Relacionados