Startup cearense vem ganhando relevância nacional

A empresa Meg pretende atuar em todo o Brasil levando mais tecnologia e automação aos seus clientes.

Legenda: A startup Meg tem como propósito impulsionar o crescimento dos negócios, sem subutilizar a capacidade humana.
Foto: Divulgação

No cotidiano operacional de uma empresa, o uso de ferramentas que facilitam a realização de processos é cada vez mais valorizado. Dessa forma, o uso de robôs computacionais ou inteligências artificiais que trabalham 24 horas por dia, sete dias por semana são estratégias para aumentar a produtividade. Criada em 2018, a Meg, empresa de tecnologia robótica, trabalha com o desenvolvimento de robôs virtuais que realizam atividades variadas dentro de empresas. 

“Meg é uma colaboradora virtual que pode executar qualquer tipo de atividade, desde que essas atividades atendam a três requisitos básicos. Primeiro: as atividades que ela vai executar aconteçam no meio virtual; segundo: o processo que ela vai executar seja definível; terceiro: se tiver alguma tomada de decisão, que seja baseada em regras”, explica Diego Platini, CEO e Co-founder da Meg. 

A startup atua em nível nacional, com crescimento exponencial no mercado. Hoje, a Meg detém carteira de mais de 20 clientes ativos, como hospitais e multinacionais. Recentemente, a empresa RSM Brasil adquiriu um percentual da Meg, o que permitirá um plano de expansão. “Hoje, nós atuamos em seis estados. Mas nosso objetivo até 2021 é estar atuando em todo o Brasil e, em seguida, começar o processo de internacionalização da nossa ferramenta e da nossa empresa, visto que a gente faz parte de um grupo que está presente em 120 países”, completa Platini. 

A funcionária digital trabalha em empresas de diversos setores realizando uma série de atividades rotineiras dentro das organizações, como: organizar boletos, emitir notas fiscais, cobrança de clientes, envio de e-mails, lançamento de contas a pagar, lançamento de contas a receber, cálculos de impostos a reter, dentre outros. Além disso, ela pode executar funções mais complexas, como o desenvolvimento de soluções, análise de cenários e indicação de melhores formas para resolução de problemas. “A MEG representa uma nova funcionária que, ao invés de ser uma funcionária humana, é uma funcionária robô, que pode estar executando e aprendendo qualquer processo dentro da sua empresa”, afirma Diego.  

O nome Meg foi inspirado pela cientista Margaret Hamilton, de mesmo apelido, que desenvolveu o software usado no projeto Apollo 11 que impediu a falha do pouso a Lua. A empresa buscou trazer características como um nome curto, feminino e que possuísse relevância no mundo tecnológico. 

Legenda: Equipe Meg
Foto: Divulgação

Os benefícios de contratar a Meg são: 

  1. Redução de custos;
  2. Confiabilidade. O robô consegue executar processos de forma “incansável”;
  3. Satisfação do colaborador, pois ele terá mais tempo para focar em outras atividades;
  4. Maior volume de dados, de controle e monitoramento de processos;
  5. Maior velocidade de execução das atividades, no modo geral, em até 20 vezes mais rápida se comparado a um ser humano; 

Saiba mais sobre a Meg: 

Site: soumeg.app/
Blog: blog.soumeg.app/
Instagram: @soumegapp
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/soumeg/
Telefone: (85) 998202047
E-mail: meg@soumeg.app 

 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios


Egídio Serpa 22 de Janeiro de 2021