Latam deve contratar 39 profissionais para o Ceará até o fim deste ano

Retomada econômica e avanço da vacinação impulsiona geração de empregos no setor aéreo

Escrito por Lívia Carvalho,

Negócios
Legenda: Demanda de voos aumentou nos últimos meses
Foto: Helene Santos

Após a pior crise da história da aviação mundial desencadeada pela pandemia de Covid-19, o setor visualiza alívio com a retomada econômica e o avanço da vacinação em todo o mundo. No Ceará, diversas companhias já anunciaram até ampliação da oferta de voos e, com isso, contratações de novos profissionais.  

A Latam, por exemplo, deve ofertar até o fim deste ano mil vagas para aeroportos de todo o Brasil, destas 39 são para o Ceará. As oportunidades são para a função de Agente de Aeroporto. Em maio, a companhia já havia contratado 750 pilotos e comissários e, em junho, 180 profissionais para seu centro de manutenção de aeronaves em São Carlos.  

De acordo com a companhia, as oportunidades de contratações surgiram para sustentar a ampliação da oferta de voos pela companhia, à medida que avança o processo de vacinação contra a Covid-19 no Brasil.  

No início deste mês, a Latam anunciou que Fortaleza vai contar com mais nove destinos nacionais a partir de novembro para Belo Horizonte/Confins, Maceió, Natal, Recife, São Luís, Salvador, Macapá e Porto Velho. Além disso, vai inaugurar operações em Jericoacoara e Juazeiro do Norte.  

Para se candidatar às vagas, basta cadastrar o currículo no Banco de Talentos pelo site da companhia até o dia 31 de agosto.  

“Estamos confiantes na retomada das viagens aéreas na medida em que avança o processo de vacinação contra a Covid-19 e, consequentemente, os turistas e viajantes corporativos retomam os seus planos de viagens”, afirma Mauro Peneda, diretor de Aeroportos da Latam. 

Operações internacionais  

Ainda com certas restrições diante da pandemia, um dos principais desafios é a retomada das viagens internacionais. Conforme a Latam, a expectativa é de que sejam retomados os voos para os 26 destinos internacionais. Até o fim do ano, o esperado é que sejam operados 93% da oferta de assentos no Brasil em comparação com o período pré-pandemia. 

“Porém é importante lembrar que muitos ajustes de malha e frota foram feitos de lá para cá. O importante é que estamos em retomada. Por aqui, estamos muito confiantes e otimistas com a retomada dos voos domésticos, especialmente à medida do avanço da vacinação”.  

Reforço ao Nordeste 

Com a maior demanda de voos para o Nordeste, a Latam deve reforçar as operações a região. Além de Jericoacoara e Juazeiro do Norte, Petrolina (PE) e Vitória da Conquista (BA) também serão novos componentes da malha.  

No Ceará, por exemplo, que representa grande parte do crescimento doméstico da companhia, o número de decolagens diárias deve aumentar 66% a partir de novembro de 2020 em comparação com a operação de agosto.