Cesta básica na Capital sobe 0,97% em dezembro

Para adquirir os produtos, respeitadas as quantidades definidas para a composição da cesta, o trabalhador teve que desembolsar R$ 367,45

Com a maior movimentação causada pelas festas de fim de ano, o conjunto dos 12 produtos que compõem a cesta básica de Fortaleza registrou inflação de 0,97% em dezembro, segundo estudo publicado hoje (5) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Na avaliação mensal, ocorreram altas nos preços em cinco produtos da cesta básica que fez com que um trabalhador, para adquirir os produtos, respeitadas as quantidades definidas para a composição da cesta, tivesse que desembolsar R$ 367,45

Considerando o valor e, tomando como base o salário mínimo vigente no país de R$ 937,00 (valor correspondente a uma jornada mensal de trabalho de 220 horas), pode-se dizer que o trabalhador teve que desprender 86 horas e 16 minutos de sua jornada de trabalho mensal para essa finalidade. O gasto com alimentação de uma família padrão (2 adultos e 2 crianças) foi de R$ 1.102,35.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?