Viúva de Paulinho, do Roupa Nova, está grávida do cantor nove meses após a morte dele

Vítima da Covid-19, Paulinho morreu aos 68 anos

Escrito por Folhapress e Diário do Nordeste ,

Zoeira
Casal em foto na praia
Legenda: Elaine Soares Bastos anunciou que está grávida do cantor que morreu em 2020
Foto: Reprodução / Instagram

A psicóloga e advogada Elaine Soares Bastos, de 52 anos, viúva de Paulinho, vocalista da banda Roupa Nova, anunciou que realizou inseminação artificial e está grávida do cantor. O músico morreu em decorrência da Covid-19, em dezembro de 2020.

Elaine surpreendeu a todos com a notícia na última segunda-feira (6), no dia em que o músico completaria 69 anos. Ela contou que usou gametas congeladas de Paulinho, que teria feito o procedimento ao descobrir um câncer.

O casal havia iniciado um processo de fertilização em 2009. 

"Esse é o maior presente de aniversário para nós dois. Lembra das gametas que congelamos e que só eu tenho autorização para usar? Pois é. Em breve nosso baby estará aqui. Meu melhor presente. Obrigada papaizinho", escreveu a viúva.

Disputa judicial 

A psicóloga trava uma luta na Justiça contra Twigg de Souza Santos e Pedro Paulo Castor dos Santos, filhos do músico, para solicitar o reconhecimento de união estável com Paulinho e, por consequência, fazer parte da herança. Ela afirma não ter sido incluída no inventário.

Pedro Paulo entrou com processo na 7ª Vara de Sucessões e Órfãos do TJRJ, no dia 16 de dezembro de 2020, para dar entrada no inventário dos bens do artista. No processo, ele habilitou também a irmã, Twigg.

No dia 11 de janeiro de 2021, Elaine ajuizou petição, no mesmo processo, solicitando sua habilitação no inventário.

Procurada, a psicóloga não respondeu às solicitações da Folhapress nem atendeu aos telefonemas. Porém, à revista Quem, disse que os irmãos querem que ela vire "mendiga".

"O Paulinho me chamava de 'namorada'. Sou dependente dele no IRPF desde 2006 e já dei entrada no INSS para ter direito à pensão. O que estou fazendo é uma regulamentação de união estável, mas os filhos dele estão dificultando porque querem que eu vá para a rua, virar mendiga", disse.

Filhos negam exclusão da herança 

Por meio de seus advogados, os filhos de Paulinho afirmam que Elaine nunca foi excluída do inventário porque, ainda que fosse o caso, o momento processual adequado não apresenta hipótese de cabimento da exclusão.

"Reitero que não há possibilidade nem momento processual adequado para que um dos herdeiros seja excluído, até porque foi aberto o processo de inventário, mas nem as primeiras declarações foram apresentadas. Isso significa dizer que nem os bens deixados pelo falecido foram apresentados nem mesmo se possui testamento e/ou outros herdeiros", diz a nota.

Os advogados afirmam que Pedro Paulo e Twigg estabeleceram contato com Elaine com o intuito de se reunirem e tratarem das formalidades e burocracias decorrentes da morte de Paulinho, mas que Elaine teria recusado a reunião e alegado que não estava bem no momento para tratar deste assunto.

"Os filhos de Paulinho agiram com extrema cautela ao distribuir o inventário no prazo adequado e nunca excluíram Elaine de absolutamente nenhuma possibilidade. Não há qualquer confusão no inventário, haja vista que nem relacionados ainda foram os bens", finaliza o texto.  

Trajetória de Paulinho

Paulo César dos Santos nasceu no Rio de Janeiro em 6 de setembro de 1952, era percussionista e vocalista do Roupa Nova, apesar de ser mais conhecido por suas interpretações. Sua história na música começa ainda na década de 1970, quando passa a formar a banda de bailes 'Los Panchos Villa', com os também amigos de Roupa Nova Kiko e Feghali.

Depois de um convite feito por um dos integrantes do grupo 'Os Famks', migrou de banda e levou consigo o guitarrista Kiko.

Foto: Reprodução/Instagram

Uma das vozes mais potentes do Roupa Nova, Paulinho tinha como sucessos obrigatórios de serem cantados nos shows - como Whisky a Go-Go. Chegou a gravar com o Roupa Nova vocais com importantes nomes da música, como o grupo 'The Commodores', em Esse Tal de Repi Enroll. Ivete Sangalo (em O Sal da Terra) e Elba Ramalho (em Fé Cega, Faca Amolada) também fizeram parcerias.

Um dos raros momentos em que se afastou do grupo foi em 2009, quando, alegando problemas de saúde, foi substituído pelo ex-vocalista da banda Rádio Táxi, Maurício Gasperini, em três shows.

Em 2009, a banda recebeu um Grammy Latino na categoria 'melhor álbum pop contemporâneo brasileiro', concorrendo com Rita Lee, Ivete Sangalo, Skank e Jota Quest.