Rafael Portugal e esposa levam golpe de quase R$ 1,2 milhão de empresa do 'faraó do Bitcoin'

Humorista e a mulher, Vanelli, estão processando quatro empresas ligadas a Glaidson Acácio dos Santos, preso desde agosto

Escrito por Redação,

Zoeira
Selfie de Rafael Portugal no espelho
Legenda: Rafael e a esposa fizeram seis aportes financeiros à empresa entre 2020 e 2021
Foto: Reprodução/Instagram

O humorista Rafael Portugal e sua esposa Vanelli Portugal caíram em golpe de quase R$ 1,2 milhão após investirem na empresa de Glaidson Acácio dos Santos, o "faraó do Bitcoin". O homem foi preso em agosto suspeito de envolvimento em esquema ilegal de pirâmide financeira, no qual a Polícia Federal apreendeu R$ 150 milhões em criptoativos

Segundo o colunista Leo Dias, do Metrópoles, Rafael e a mulher realizaram seis aportes financeiros para a empresa GAS Consultoria Bitcoin entre agosto de 2020 e março de 2021. Eles não receberam nenhum recurso prometido. 

Cláusula dos contratos  firmados pelo casal garantia que eles receberiam 10% do lucro do valor investido na criptomoeda. 

Processo 

Rafael Portugal processa quatro firmas pertencentes ao esquema do Faraó do Bitcoin, duas no Rio de Janeiro e duas em São Paulo. 

Advogados do casal pediram caráter de urgência na avaliação do juiz, para que eles recebam de volta o valor milionário investido.

Conversa de Vanelli, esposa de Rafael, com a empresa GAS no WhatsApp mostra que ela pede aos responsáveis a devolução do dinheiro. Prints foram anexados no processo judicial. 

Conversas de esposa de rafael portugal com empresa de investimento em bitcoin
Legenda: Empresa disse em setembro para Vanelli Portugal que estava trabalhando para desbloquear recursos
Foto: Reprodução

A empresa respondeu que estava "tentando desbloquear pelo menos parte dos 38 bilhões em juízo para quitar todos os contratos". Conversas são de setembro passado, quando o dono da companhia já estava preso após a deflagração da Operação Kryotos.