Caso Johnny Depp e Amber Heard: entenda a disputa e o que já aconteceu

Casal segue em um embate na corte dos EUA em meio a um processo do ator

Escrito por Redação,

Zoeira
Montagem com Johnny Depp e Amber Heard no tribunal
Legenda: Johnny Depp e Amber Heard seguem em disputa judicial
Foto: AFP

O ex-casal Johnny Depp e Amber Heard  iniciou uma batalha judicial em meio a processos de difamação e restrição. A atriz alegou que sofreu violência doméstica do ator no ano de 2016, enquanto estavam juntos, enquanto ele diz ter sido difamado pela ex-mulher.

Os dois se casaram em 2015 e, um ano e três meses após o matrimônio, Amber pediu o divórcio. Na mesma época, também pediu uma ordem de restrição contra Johnny Depp. Segundo a artista, as agressões contra ela eram recorrentes por parte do ator.

Agressões reveladas em Tribunal

Dois anos após a união, após testemunhar sobre os doze episódios de agressão, Amber provou ser verdade a história em tribunal. "Aceito que ela foi vítima de agressões múltiplas e sustentadas pelo Sr. Depp e eles [episódios de agressão] devem ter sido aterrorizantes", declarou o juiz Andrew Nicol ao anunciar a sentença.

Ao fim do processo, Heard disse ter doado US$ 7 milhões para um hospital infantil de Los Angeles. “Estamos todos satisfeitos em deixar esse capítulo desagradável na vida de Depp e de sua família para trás", comunicou a advogada de Johnny Depp, Laura Wasser.

Já em dezembro de 2018, Amber publicou um artigo no jornal Washington Post chamado “Eu me manifestei contra a violência sexual — e enfrentei a ira de nossa cultura. Isso tem que mudar". Na publicação, a atriz detalhou as experiências de agressão doméstica e assédio sexual.

Por conta disso, o ator de Piratas do Caribe afirmou que estava sendo difamado e resolveu entrar com ação contra a atriz.

Novos relatos

Recentemente, Depp entrou com processo contra Heard pedindo US$ 50 milhões por difamação. Segundo o artista, ele perdeu diversos contratos no cinema por conta das alegações da atriz.

Em meio ao julgamento, diversas informações novas surgiram. A atriz disse que o ex-marido a agrediu sexualmente e ameaçou "cortar" sua cara com uma garrafa quebrada durante uma discussão um mês após o casamento, em 2015.

Enquanto isso, Depp apresentou pistas que levam a acreditar que Oonagh Paige Heard, filha de Amber, que nasceu por barriga de aluguel seria filha do dono da Tesla. Entretanto, a atriz é a única guardiã legal da criança.

Outra informação recente, dada por uma psicóloga de Heard, é a de que Johnny Depp teria estuprado a atriz em um momento no qual estava fazendo uso abusivo do álcool. 

 

Assuntos Relacionados