Mundo Bita conquista gerações há dez anos "sem menosprezar a inteligência da criança", explica roteirista

Nascido de uma produtora nordestina, fenômeno abraça o público por meio de um projeto audacioso, criativo e em sintonia com questões atuais e atemporais

Legenda: Situado na Galáxia da Alegria, entre o Planeta Música e o Planeta Circo, o Mundo Bita encanta crianças e familiares
Foto: Estúdio Orra

Não precisa ter criança em casa e muito menos ser uma. O alcance do Mundo Bita é tão grande a essa altura que ultrapassa qualquer fronteira de tamanho e de idade. Mas o foco continua o mesmo de quando tudo começou, há exatos 10 anos: um esmerado esforço de contemplar as principais questões da primeira infância – dos brinquedos aos sentimentos, do abecedário aos sonhos.

Um universo que sempre tem muito a ensinar porque está disposto a aprender com a mesma intensidade. “O que a gente faz todo dia é uma oportunidade de transmitir tanta coisa positiva que realmente ficamos assim, em agradecimento contínuo”, festeja João Henrique Souza, coordenador de comunicação do Mundo Bita e roteirista dos clipes e shows da turminha.

Também um dos sócios da Mr. Plot – produtora de conteúdo audiovisual pernambucana, idealizadora do projeto que hoje alcança o mundo com mais de 10 bilhões de visualizações no YouTube – o publicitário é enfático: diversos aspectos explicam o porquê dessa interação tão forte e significativa com uma plateia tão vasta. 

Um deles é a forma como a iniciativa nasceu, a partir do anseio de quatro pais em transmitir conteúdos educativos e de qualidade para os filhos. A princípio sob a abordagem de livros digitais, o Mundo Bita logo encontrou solo fértil na música, observando não apenas as próprias sementes, mas com o desejo de estender as raízes.

“A gente sabe que esse terreno do desenho animado musical não é novo. Mas acho que a novidade do nosso trabalho foi realmente ter criado um universo trazendo conceitos tão claros e transmitidos de forma tão honesta, sem menosprezar a inteligência da criança. Isso é um fator primordial porque o nosso conteúdo é essencialmente musical e, no princípio, feito de forma muito intuitiva, sentindo cada criação”, detalha João Henrique.

As cores e lições desse divertido mundo situado na Galáxia da Alegria voltarão a ser conferidas em Fortaleza por meio do show “Dentro do Mundo Lá Fora”. As duas apresentações acontecem neste domingo (21), às 15h e às 17h30, no Teatro Rio Mar Fortaleza, com um repertório que há dois anos não circulava de forma presencial devido à pandemia do novo coronavírus.

Legenda: Na lista de sucessos do show em Fortaleza, estão 19 canções, entre elas “Trocar de roupa”, “Fundo do mar”, “Palco de brinquedos” e a queridíssima “Fazendinha”
Foto: Estúdio Orra

Na lista de sucessos, estão 19 canções, entre elas “Trocar de roupa”, “Fundo do mar”, “Palco de brinquedos”, “Trem das estações”, “Nem tudo que sobra é lixo” e a queridíssima “Fazendinha”. A seleção contou com a interação do público por meio das redes sociais, que escolheu as que não poderiam faltar no espetáculo.

Muitos e bons diálogos

O principal foco do show na capital cearense – bem como em todas as outras cidades onde está sendo realizado – é a redescoberta do mundo exterior após tanto tempo confinados. Não à toa, o roteiro preza por um viés da responsabilidade, instruindo crianças e familiares a continuarem se cuidando diante das ameaças do vírus, ao mesmo tempo que também incentivando as brincadeiras ao ar livre, a amizade entre os pequenos, entre outros gestos.

“Ainda estamos vivendo esse momento delicadíssimo, então trabalhamos esses aspectos nesse retorno aos palcos”, sublinha João Henrique Souza. Um processo que dá continuidade ao que foi semeado pelo grupo durante o período mais crítico da crise sanitária. Mesmo de forma remota, o Mundo Bita promoveu atividades, cartilhas e orientações capazes de fazer com que o público-alvo do projeto fosse contemplado da forma mais atenciosa possível.

Legenda: Com cinco álbuns versionados para o espanhol, a iniciativa quer depositar ainda maior tração no segmento internacional com a retomada dos shows presenciais
Foto: Estúdio Orra

Igualmente realizou shows virtuais, a exemplo do “Fica em Casa” e do “Arraiá do Bita”. Na visão de João Henrique Souza, todos esses movimentos apontam para algo muito especial. “Que bom que a gente tem isso e que podemos desempenhar esse papel, trazendo tantas coisas significativas para as crianças. Para mim, é um privilégio. Levo isso comigo o tempo todo e também converso com os meus filhos a respeito”, diz.

Com cinco álbuns versionados para o espanhol e, portanto, detendo um sucesso também em toda a América Latina e na Espanha, a iniciativa quer depositar ainda maior tração no segmento internacional com a retomada dos shows presenciais – primeiro continuando a trabalhar com as canções autorais, e depois investindo nas músicas da Rádio Bita, a partir de clássicos da MPB. A ideia, assim, é fomentar a cultura brasileira em outros territórios, sem contudo querer ser encarado como um conteúdo estrangeiro que está chegando naquele país.

“A gente quer conversar com as pessoas de cada nação para apresentar a cultura também dos países. Esse é o nosso objetivo, fazer esse intercâmbio”. Nessa conta, também entra a vontade de continuar produzindo conteúdos inéditos e, além das empreitadas puramente musicais, lançar uma série misturando dramaturgia e música. A ação deve ganhar um pontapé para o lançamento já no próximo ano.

“Vai ser um marco muito importante na nossa estrada porque vamos conseguir trabalhar mais temáticas e de forma mais didática, trazendo conflitos para fazer parte do universo infantil, sempre com muita ludicidade. Assim, esperamos aumentar um pouco a quantidade e a idade do nosso público, uma vez que a criança, depois de um tempo, quer histórias mais complexas, com diálogos, conflitos sendo resolvidos”.
João Henrique Souza
Roteirista e coordenador de comunicação do Mundo Bita

A recente parceria com a Warner Media sedimenta ainda mais o sonho, fazendo com que as criações possam ser transmitidas por plataformas como HBO Max e Cartoon Network. Apesar do salto estratosférico, a filosofia do grupo continua a mesma: ir com paciência produzindo cada trabalho, prezando pelo critério e sem atropelar nada, em consonância com os apelos e os gostos do público.

Natal e além

Mediante a proximidade do Natal, a turminha composta por Bita, Lila, Dan e Tito está preparando um show especial para a ocasião. As agendas para o momento ainda não estão fechadas, mas já é possível saber que a mesma aura de encanto e diversão de todas as apresentações do grupo dará o tom do show.

Enquanto os passos não acontecem, João Henrique Souza reflete sobre a primeira década de atuação do projeto. De acordo com o publicitário, dadas as especificações do segmento de animação e pelo fato de a empresa inicialmente ser pequena, tudo foi bem custoso no início. Mas os frutos, quando começaram a despontar, validaram a importância de todo o esforço.

Legenda: Mediante a proximidade do Natal, a turminha composta por Bita, Lila, Dan e Tito está preparando um show especial para a ocasião
Foto: Estúdio Orra

“Nesses 10 anos, os desafios foram enormes. Encontramos, no início, muitas barreiras para apresentar o conteúdo. Não tínhamos ideia de como fazer, não tínhamos um material que mostrasse caminhos. Foi uma coisa realmente de bater muito com a cara na parede. Mas acho que a nossa capacidade de mudar rápido, de saber o tempo certo – migrando dos livros digitais para a produção de conteúdo audiovisual – foi fundamental nesse processo”, avalia.

Ao mesmo tempo, ele garante que o foco do projeto sempre será a primeira infância, dadas as conexões que essa fase da vida estabelece com a própria história do Mundo Bita e pelo tanto que estar entre crianças inspira e emociona.

“Esse é um público que está sempre se renovando. Em dois anos tudo muda. A criança que tem um ano daqui a pouco já está saindo dessa infância Mundo Bita, e vem chegando mais, chegando mais... É muito fantástica essa coisa de sempre ter pessoas a cativar”. 
João Henrique Souza
Roteirista e coordenador de comunicação do Mundo Bita

A estrada segue, então, infinda enquanto houver alguém cantando: “Bom dia/ O Sol já nasceu lá na fazendinha/ Acorda o bezerro e a vaquinha/ Que já cocoricou dona galinha”.


Serviço
Show “Dentro do Mundo lá fora”, do Mundo Bita
Neste domingo (21), às 15h e 17h30, no Teatro Riomar Fortaleza (Rua Lauro Nogueira, 1500 loja 3001 – L3, Papicu). Ingressos: R$80 (inteira - plateia alta), R$100 (inteira - plateia baixa B) e R$120 (inteira - plateia baixa A). Canais de venda: site Uhuu ou na bilheteria do Teatro RioMar Fortaleza, de terça-feira a sábado, das 16h às 20h.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?