Maratona turística: a experiência de correr e conhecer cidades

Ter uma pista de corrida com um visual encantador, a exemplo do mar e dos charmosos bairros da Cidade Maravilhosa, motivou a jornalista Lyana Ribeiro a estrear na Meia Maratona do Rio de Janeiro

Legenda: Correr e fazer turismo: uma dobradinha possível para a jornalista Lyana Ribeiro que estreou, em junho, na Meia Maratona do Rio de Janeiro, percorrendo 21km de muitas belezas

Já pensou conciliar uma prova de maratona com a visita à cidade dos seus sonhos? Para muitos corredores, essa é uma alternativa cada vez mais procurada. Basta conferir o cronograma, se programar com antecedência e arrumar as malas.

O Rio de Janeiro como destino turístico não é mais novidade, nem para brasileiros, muito menos para estrangeiros. A ideia de visitar a Cidade Maravilhosa para participar de uma corrida de rua, no entanto, não é uma opção muito usual. Mas essa foi a minha escolha - decisão tomada em uma festa de Ano Novo, quando incluí a Meia Maratona do Rio de Janeiro, entre minhas metas para 2019.

A ideia era treinar durante seis meses e correr, pela primeira vez na vida, 21 quilômetros pelas ruas e avenidas da capital fluminense. Locais belíssimos, já retratados em filmes e novelas, mas que estariam sendo contemplados sob outra perspectiva: a da superação e do desafio.

Para concretizar essa façanha, tive suporte de nutricionista, assessoria esportiva e educador físico com treinos e alimentação focados na meta de concluir, com conforto e segurança, a prova.

Nos meses que antecederam o evento, acordar às 5 horas da manhã, todos os dias, foi outro desafio a ser superado. Com as metas bem definidas e os planos em andamento, outra parte importante da viagem deveria ser delimitada: inscrição, passagem, hospedagem.

A maratona do Rio é uma das mais disputadas do País. Correr com o visual encantador do mar, de Copacabana e de outros bairros charmosos tem motivado milhares de pessoas por todo o mundo. Em 2019, 40 mil inscritos participaram das provas, divididos nas categorias de 5, 10, 21 e 42 km, além da corridinha Kids e dos integrantes do Desafio Cidade Maravilhosa, com "malucos" que completam em dois dias seguidos, as maiores quilometragens, de 21 e 42 km.

As inscrições para a maratona começam quase um ano antes e são amplamente divulgadas nas redes sociais, além de grupos de corridas e assessorias. Minha inscrição foi feita de forma tranquila, pela internet. A escolha foi pela inscrição Vip, com algumas regalias que considerei importantes para uma principiante: saída na frente da galera, banheiros exclusivos, kit com maior número de itens, lounge com comes e bebes na chegada e massagem no fim do percurso.

Inscrição garantida e treinos em andamento, era hora de comprar as passagens. Para que os valores saíssem mais em conta, viajei na terça anterior à prova e voltei apenas na terça seguinte. Além de conseguir melhores valores, tive a oportunidade de curtir a programação cultural da cidade. E opção é o que não falta! Atente-se apenas para o período que antecede à prova - não é bom exagerar nas noitadas e colocar em risco toda a preparação. Deixe a balada para o pós-corrida, assim você pode comemorar duplamente: o sucesso na prova e as belezas da Cidade Maravilhosa.

Quanto à hospedagem, os hotéis próximos ao Aterro do Flamengo, local da prova, sempre são bem disputados e as reservas devem ser feitas com antecedência. Mas ficar em qualquer bairro da Zona Sul já é uma boa. Alguns hotéis oferecem café da manhã com horário para os atletas, começando às 4h da manhã. O transporte até o local do evento também é oferecido pela organização. Outra opção é utilizar o aplicativo, mas prepare-se: o horário (muito cedo) e a grande procura fazem os preços dispararem.

Em resumo: correndo para viajar ou viajando para correr é superviável, basta ter planejamento. A minha lista de cidades a conhecer/corridas para fazer já está sendo elaborada, mas enquanto isso, posso garantir que a estreia na Meia Maratona do Rio foi inesquecível. As ruas cariocas são o cenário perfeito ao exercício físico, ao desafio, à superação. Que venham outros roteiros e trajetos!

Como chegar

De Fortaleza para o Rio de Janeiro há voos diários pela Azul, Gol e Latam.

Onde treinar

A volta completa na Lagoa Rodrigo de Freitas tem 7,5Km, e permite um treino tranquilo entre a natureza e as bênçãos do Cristo Redentor. No entorno tem barraquinhas vendendo água de coco e café da manhã pós-treino. Todo o percurso é feito na ciclofaixa isolada.

Como participar

As inscrições para a Maratona do Rio começam em setembro. Informações: www.Maratonadoriodejaneiro. Para quem deseja conhecer melhor o Ceará, confira o calendário de corridas de praia. Informações: beachrunbrasil.com.br  e calendariodecorridasderua.com