6º Prêmio Kindle de Literatura terá júri especial com Socorro Acioli, Sueli Carneiro e J.P. Cuenca

Escritores participarão da avaliação e da escolha do título vencedor, que receberá o valor de R$50 mil

Legenda: Sueli Carneiro, Socorro Acioli e João Paulo Cuenca integram o time de jurados especiais da nova edição do prêmio
Foto: Divulgação

Importante honraria dedicada à ficção brasileira, o Prêmio Kindle de Literatura chega à sexta edição com júri especial.

O time é composto pela escritora e jornalista cearense Socorro Acioli, doutora em Estudos de Literatura pela Universidade Federal Fluminense (UFF), vencedora do Prêmio Jabuti e colunista do Diário do Nordeste; pela filósofa, escritora e ativista antirracismo do movimento social negro, Sueli Carneiro; e pelo escritor e cineasta, finalista do Prêmio Jabuti, João Paulo Cuenca.

Eles avaliarão os cinco finalistas selecionados com base em critérios como criatividade, originalidade, qualidade de escrita e viabilidade comercial.

Além disso, também escolherão o título vencedor do concurso, que receberá R$50 mil – um prêmio em dinheiro de R$40 mil e um adiantamento de direitos autorais de R$10 mil pelo contrato de publicação da versão impressa do livro pelo Grupo Editorial Record.

Todas as obras finalistas receberão também uma versão em audiobook. Ela estará disponível no Audible para milhões de membros em mais de 180 países em todo o mundo.

Aposta na autopublicação

Premiando livros de ficção inéditos autopublicados pela ferramenta Kindle Direct Publishing (KDP), o Kindle de Literatura já teve como jurados nomes como o jornalista Carlos Heitor Cony; o poeta Geraldo Carneiro; a doutora em literatura Sonia Rodrigues; o crítico literário Antonio Carlos Secchin; a doutora em Literatura Comparada Conceição Evaristo, entre outros.

“Estamos muito felizes de poder anunciar esses três nomes como jurados desta edição, assegurando, mais uma vez, a qualidade da seleção da obra vencedora", afirma diz Ricardo Perez, Líder de Gestão de Livros na Amazon.

Por sua vez, as obras vencedoras das edições anteriores do prêmio foram "Machamba", de Gisele Mirabai; "O Memorial do Desterro", de Mauro Maciel; "Dama de Paus", de Eliana Cardoso; "Dias Vazios", de Barbara Nonato; e "O Pássaro Secreto", de Marília Arnaud.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de entretenimento?