Mulher mata marido após ser chamada de 'gorda e velha'

Esposa revelou que colocou um pedaço de pão na garganta da vítima para simular um engasgo

Mulher mata o marido asfixiado, um servidor público de 51 anos, na cidade de Itajubá, em Minas Gerais
Legenda: O casal estava junto há 20 anos
Foto: Reprodução/EPTV

Uma mulher confessou que matou o marido asfixiado, um servidor público de 51 anos, na cidade de Itajubá, em Minas Gerais.

A esposa revelou que colocou um pedaço de pão na garganta de Sérgio Carvalho Silva para simular um engasgo. Ela disse ter cometido o assassinato porque o companheiro a chamava de “gorda e velha”. As informações são do portal R7.

Mulher imobiliza a vítima

A mulher contou à Polícia Militar, de acordo com o boletim de ocorrência, que mentiu para o marido dizendo que iria prestar serviço como segurança e pediu que ele lhe desse orientações.

Ainda conforme a publicação, ela pediu à vítima que a deixasse imobilizá-lo e usou cadarços para amarrá-lo. Em seguida, ela pegou uma blusa e asfixiou o homem até que ele desmaiasse.

A mulher ainda colocou um pedaço de pão na garganta do marido para simular um engasgo. Após o ocorrido, a vizinha, que já sabia do plano, ligou para o Corpo de Bombeiros.

Ao chegar ao local, os bombeiros tentaram reanimar a vítima, que chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu.  Familiares do servidor público relataram que não foi a primeira vez que a mulher tentou matá-lo. O casal estava junto há 20 anos.

A esposa de Sérgio e a vizinha foram levadas para a delegacia, ouvidas e liberadas. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil