Ex-goleiro Bruno tem prisão decretada pela justiça por dívida de pensão alimentícia

Decreto ordena detenção e pagamento de R$ 60 mil referentes a dois salários mínimos por mês, desde janeiro de 2020

Legenda: Bruno cumpre prisão em regime aberto pelo assassinato de Eliza Samúdio e pode ser preso a qualquer momento
Foto: AFP

A Justiça de Mato Grosso do Sul decretou a prisão do ex-goleiro Bruno Fernandes por dívida de pensão ao filho que teve com Eliza Samudio.

O decreto ordena detenção e pagamento de R$ 60 mil referentes a dois salários mínimos por mês, desde janeiro de 2020. As informações são do jornal Extra.

Há ainda outro processo que corre na Justiça para pagamento de aproximadamente R$ 3 milhões em pensão para o menino Bruninho, desde o nascimento.

Bruno cumpre prisão em regime aberto pelo assassinato de Eliza Samúdio e pode ser preso a qualquer momento. Bruninho é criado por Sonia Moura, mãe de Eliza, desde que a filha morreu.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil