Homem morre durante cirurgia de implante capilar, e família alega negligência médica

Esposa da vítima afirma que o médico não deu assistência e fugiu do hospital

Homem morre durante procedimento de implante capilar na Bahia
Legenda: Homem sofreu paradas cardíacas durante procedimento de implante capilar
Foto: Arquivo Pessoal

Um homem de 50 anos, identificado como Cláudio Marcelo de Almeida, morreu durante procedimento de implante capilar em uma clínica particular de Feira de Santana, no centro-norte da Bahia, nesse domingo (27).

A esposa da vítima, Liliane Adorno, informou que a morte do marido foi causada por negligência médica.

"Houve negligência médica, falta de assistência. Me disseram que seria uma cirurgia que iria durar cerca de quatro até cinco horas, e meu esposo entrou por volta de 6h40 e até as 15h ainda não tinha sido liberado", disse a mulher em entrevista ao programa Acorda Cidade.

Homem sofreu paradas cardíacas

Liliane ainda revelou que, por volta das 22h, nenhum profissional havia entrado em contato com a família. Então, ela  decidiu voltar à clínica. Ao chegar ao local, afirmou que ouviu um barulho e, ao abrir a porta, deparou-se com o esposo no chão, sendo reanimado.

"Eles argumentaram que depois do procedimento, meu esposo pediu para ir ao banheiro, passou mal e caiu no chão, por isso que estavam reanimando ele. Eles não chamaram o Samu, fomos nós, os familiares, que tivemos que chamar e, ao chegar, a equipe do Samu informou que o quadro do meu esposo era grave e precisava sair dali o mais rápido possível, pois ele estava tendo uma parada cardíaca", informou a esposa.

Médico fugiu do hospital, segundo a família

Ainda segundo Liliane, não havia desfibrilador no local, e Cláudio Marcelo teve outras paradas cardíacas durante o procedimento.

"Já acionei a polícia, porque eu quero justiça, eu não estou nesse momento pensando em bens, eu quero que a justiça seja feita, para que o mesmo não venha acontecer com outras pessoas (...) Eles solicitaram apenas exames de sangue, apenas isso", revelou.

A mulher contou que o médico não deu assistência e fugiu do hospital. "O médico não fez nada, nem durante e nem depois. Ele não deixou ninguém filmar, saiu e foi acompanhando a Samu 'a pulso'. Ele chegou no hospital e saiu fugido, não deu nenhuma satisfação", afirmou.

Família aguarda perícia

O cunhado da vítima disse que a família aguarda os resultados periciais emitidos pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) para saber as causas da morte de Cláudio. A Polícia Civil informou que investiga o caso. 

O corpo de Cláudio foi velado e enterrado na manhã desta segunda-feira (28), no cemitério Jardim Celestial, em Feira de Santana.