Bahia registra primeiro caso de morte causada por H3N2 no estado

A cepa de influenza A é apontada como responsável pelo recente surto de gripe no país

Mulher idosa doente isolada em cinza
Legenda: A vítima é uma mulher de 80 anos, residente de Salvador, e não havia se vacinado contra a influenza
Foto: Shutterstock

A Bahia registrou, nesta quarta-feira (15), a primeira morte causada por H3N2 no estado. A cepa de influenza A é apontada como responsável pelo recente surto de gripe no país. A vítima é uma mulher de 80 anos, residente de Salvador, e que não havia se vacinado contra a influenza. As informações são do jornal O Globo

Conforme o balanço da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, até terça-feira (14) haviam sido notificados 93 casos de Síndrome Gripal com resultado positivo para Influenza A H3N2 no estado. Destes, 15 necessitaram de internação, após evoluírem para Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). 

Um alerta emitido pela Vigilância Epidemiológica baiana orienta que as equipes de saúde devem estar atentas para a necessidade de intensificação das ações de vigilância dos casos suspeitos de SRAG.

O Estado também recomendou a intensificação da campanha vacinal contra a gripe em municípios que possuam estoque de imunizantes, priorizando os grupos de risco. Atualmente, apenas 69% das pessoas se vacinaram contra a doença na Bahia.