Policial militar é baleado na cabeça em frente a familiares em Fortaleza

O disparo atingiu o homem de raspão. Este é o terceiro caso de agente de segurança vítima de violência na Capital em menos de uma semana

Escrito por Redação,

Segurança
Close-up na parte das costas de Polícia Militares fardados
Legenda: O militar não corre risco de morrer, conforme a corporação
Foto: divulgação/SSPDS

Um policial militar foi baleado, na noite desse domingo (17), no bairro Granja Portugal, em Fortaleza. O tenente da reserva estava ao lado de familiares quando foi atingido. 

O agente de segurança estava próximo a uma casa, ao lado de parentes, quando foi surpreendido por um suspeito que seguia em uma bicicleta. O disparo de arma de fogo atingiu a cabeça da vítima de raspão. 

Ele foi encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Segundo a Polícia Militar, ele está sob observação e o estado de saúde dele é estável, sem risco de morrer. 

Esse é o terceiro caso de ataque a policiais militares em Fortaleza em menos de sete dias.

Soldado da PM e sobrinho são mortos 

Na última quinta-feira (14), um agente de segurança foi assassinado, com disparos de arma de fogo, na própria residência, localizada no bairro Jangurussu, em Fortaleza. Ele estava na presença de familiares e um sobrinho dele também foi atingido e morreu. 

O oficial Francisco Tarcísio Rocha da Silva, de 65 anos, chegou a ser socorrido e levado para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Ele atualmente estava inativo na corporação.

PM de folga é baleado na cabeça e morre

O agente da Polícia Militar, Leonardo Jader Gonçalves Lírio, de 30 anos, morreu na quinta-feira, em decorrência de um latrocínio, em que foi atingindo por um tiro na região da cabeça. O ataque aconteceu na última quarta-feira (13), no bairro Padre Andrade, em Fortaleza, durante o período de folga da vítima.

O militar estava conversando com alguns amigos quando foi surpreendido por uma dupla de suspeitos a bordo de uma motocicleta, um deles usava uma mochila com a marca de um serviço de entregas por aplicativo

Na ocasião, os homens efetuaram disparos contra Leonardo, que foi atingido na região da cabeça. A arma do PM foi levada pela dupla. 

A vítima chegou a dar entrada em uma unidade hospitalar em estado grave, mas não resistiu. Dois suspeitos do caso foram presos preventivamente pela Polícia Civil.