Investigação policial desarticula grupo criminoso especializado em roubo e sequestro em Fortaleza

Homens cometeram os crimes contra pelo menos quatro vítimas nos bairros Meireles e São João do Tauape

Escrito por Redação, seguranca@svm.com.br

Segurança
grupo criminoso em fortaleza
Legenda: Divisão Antissequestro está à frente da investigação do caso
Foto: José Leomar

As polícias Civil e Militar do Ceará desarticularam um grupo criminoso especializado em roubo e sequestro em Fortaleza. Três homens suspeitos de integrar o coletivo foram presos, e ao menos quatro vítimas já identificadas. A última captura ocorreu na noite dessa quarta-feira (19), no bairro Papicu.

Rodrigo Felipe de Araújo, de 30 anos, e William Albuquerque Silva, 27, foram os últimos membros do coletivo localizados pelas forças de segurança. 

A dupla foi detida após roubar três pessoas no Meireles e São João do Tauape, e fazer compras usando os cartões de crédito das vítimas.

A primeira vítima deles, no bairro Meireles, estava no próprio veículo quando foi abordada. Na mesma ação, eles levaram uma mulher, de 34 anos, que saía de uma escola no São João do Tauape. 

Os suspeitos libertaram as vítimas somente depois de comprarem produtos com os cartões delas em estabelecimentos comerciais. 

Um outro crime cometido por eles contra uma terceira pessoa também está sendo investigado pela Divisão Antissequestro (DAS), da Polícia Civil. Os detalhes da ocorrência, porém, não foram divulgados.

Os dois homens fazem parte da mesma teia criminosa de Antônio Flávio Rodrigues Ribeiro (28), o primeiro preso pela PM, no bairro Santa Maria. Ele é suspeito de roubar e sequestrar um dentista no último dia 10 de janeiro, no Meireles. 

Autuação

O grupo foi autuado pelos crimes de roubo qualificado e associação criminosa. No caso de Rodrigo e William, houve ainda o registro de crime sexual, uma vez que eles tocaram as partes íntimas de uma das vítimas.

"A Polícia Civil segue diligenciando para capturar outros partícipes dos crimes já identificados", complementou a instituição em nota.