'O Brasil não pode mais ficar com as escolas fechadas', diz ministro da Educação em visita ao Ceará

Milton Ribeiro esteve com prefeitos para tratar de pendências municipais com o FNDE, que travam obras relacionadas à Educação

Ministro Milton Ribeiro visitou o Ceará, nesta quinta (5), junto com o presidente do FNDE
Legenda: Ministro Milton Ribeiro visitou o Ceará, nesta quinta (5), junto com o presidente do FNDE
Foto: Fabiane de Paula

Em visita ao Ceará, nesta quinta-feira (5), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu o retorno às aulas presenciais de estudantes de escolas públicas do País. Junto com o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Ponte, ele esteve com prefeitos para tratar da resolução de pendências municipais com o FNDE para que obras paradas relacionadas à Educação possam ser retomadas.

Em entrevista, Milton Ribeiro disse que é hora do Brasil “despertar” e fez um apelo para que os professores colaborem com a reabertura das escolas. Além da reunião com gestores públicos, o ministro assinou ordens de serviço para a construção de duas escolas de tempo integral. 

Acompanhado dos deputados federais Danilo Forte (PSDB), Domingos Neto (PSD), Capitão Wagner (Pros) e Moses Rodrigues (MDB), Milton Ribeiro visitou o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), no campus do Pecém, para dialogar com prefeitos da região. 

“O Brasil não pode mais ficar com as escolas fechadas. Nenhum país do mundo está com as escolas fechadas como o Brasil, então está na hora da gente despertar. As escolas privadas já voltaram, está na hora das públicas. Faço aqui um apelo aos professores. (...) Está na hora deles darem a contribuição deles com distanciamento, álcool em gel, máscara e volta às aulas”.
Milton Ribeiro
Ministro da Educação

Ele também ressaltou que os professores já receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19. “A vacina está garantida para os os profissionais da educação”, acrescentou. 

Nordeste

Até o próximo sábado (7), o ministro da Educação e o presidente do FNDE)  passarão pelos estados nordestinos para realizar atendimentos aos prefeitos da região.

Reunião do ministro da Educação com prefeitos do Ceará
Legenda: Reunião do ministro da Educação com prefeitos do Ceará
Foto: Divulgação/Prefeitura de São Gonçalo

A ideia do Ministério é esclarecer dúvidas sobre programas, políticas públicas e prestação de contas dos municípios. Marcelo Ponte estará acompanhado de técnicos do FNDE para prestar atendimento local a prefeitos e secretários de Educação com orientações para superação de pendências dos municípios com o FNDE.

No caso do Ceará, Milton Ribeiro fez uma apresentação do novo Plano Nacional de Educação 2014/2024, instituído pela Lei nº 13.005/2014, que definiu dez diretrizes que irão guiar a Educação brasileira neste período. O ministro também veio assinar ordens de serviço para construção de duas escolas públicas de tempo integral em São Gonçalo do Amarante.

Pendências

“Como ministro, é minha primeira vez no Ceará. Nós trouxemos técnicos do FNDE para que eles possam dar informações para os prefeitos sobre como eles podem acessar os equipamentos que o Governo Federal tem para oferecer”, disse.

"Todos os municípios do Ceará têm pendências junto ao FNDE. E quase todos têm escola, creche, quadra abandonada por problemas de prestação de contas, principalmente por essa mudança dos prefeitos, quando você termina um ciclo e inicia outro", relatou o deputado Danilo Forte, que esteve na comitiva.

"Esse evento foi exatamente para aproximar os prefeitos do Ministério da Educação, tirar suas pendências para retomar as obras", completou.