Deputado Daniel Silveira passa a noite na Câmara para não usar tornozeleira eletrônica

O STF determinou a instalação do equipamento após o parlamentar descumprir medidas cautelares

Escrito por Redação,

PontoPoder
Deputado Daniel Silveira com travesseiro para dormir no gabinete
Legenda: Parlamentar carrega travesseiro para passar a noite no gabinete
Foto: Reprodução

O deputado Daniel Silveira (União-RJ) passou a madrugada desta quarta-feira (30) na Câmara, em Brasília, após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinar nessa terça-feira (29) a instalação imediata de tornozeleira eletrônica no parlamentar. 

Imagens divulgadas pela GloboNews mostram o deputado carregando um travesseiro para dormir em seu gabinete. Em seguida, um colchão é levado até o local pelo deputado Luiz Lima (PL-RJ). 

O ministro atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Segundo o órgão, o deputado descumpriu medidas cautelares impostas quando ele foi autorizado a deixar a prisão, como participar de eventos públicos em ameaça a democracia, as instituições e os ministros do STF. 

Ao afirmar que passaria a noite na Câmara, Silveira disse querer saber até onde iria a "petulância" do ministro. 
"Quero ver até onde vai a petulância de alguém para de fato romper com os outros dois Poderes, porque aqui o plenário é inviolável. Um deputado é soberano no plenário", afirmou Silveira a jornalistas. 

O parlamentar complementou afirmando que "quer ver até onde vai, se ele quer dobrar essa aposta, se ele quer, de fato, mostrar que ele manda nos outros Poderes". 

Silveira foi preso em fevereiro do ano passado após divulgar um vídeo com ameaças a integrantes do STF. O deputado teve a soltura decretada somente em novembro desde que respeitasse uma série de medidas cautelares, como a proibição de acesso a redes sociais e de contato com outros investigados nos inquéritos das fake news e das milícias digitais. Na semana passada, porém, ele voltou a atacar o Supremo.