"A maior parceira do meu governo vai ser a igreja", diz Capitão Wagner ao oficializar chapa no Ceará

O político ainda sinalizou algumas prioridades de sua campanha

Escrito por Igor Cavalcante, igor.cavalcante@svm.com.br

PontoPoder
Convenção oficializou candidatura de Capitão Wagner ao Governo do Ceará
Legenda: Convenção oficializou candidatura de Capitão Wagner ao Governo do Ceará
Foto: Thiago Gadelha

Em seu primeiro discurso após oficializar a chapa ao Governo do Ceará, o candidato Capitão Wagner (União) fez fortes acenos ao eleitorado religioso. Ele disse que “a maior parceira" de um eventual Governo Wagner será “a igreja”. O político ainda sinalizou algumas prioridades de sua campanha.

“Critique quem quiser criticar, é a instituição que mais distribui cesta básica, recupera usuário de drogas, tira pessoas do mundo do crime… A maior parceira do meu governo vai ser a igreja, ache ruim quem quiser achar”, disse.

Em diversos momentos de sua fala, o postulante fez referências bíblicas e se disse ungido por Deus. 

“Há 12 anos, eu via tão longe a possibilidade de ser deputado, pensava ‘ai, meu Deus, se eu for deputado vou agradecer tanto’. E Deus olhava e dizia: ‘mal sabe o que estou preparando para ele’. Ele me ungiu, me capacitou, me tornou o vereador e o deputado mais votado do Ceará e vai me abençoar para ser o melhor governador do Brasil”
Capitão Wagner (União)
Candidato ao governo do Ceará

Ao falar sobre os adversários do PDT e do PT, o candidato fez novas menções bíblicas. “Estamos dispostos a ser o Davi para enfrentar o Golias, mas precisamos da pedra, e pedra são vocês que aqui estão”, disse apontando para os militantes.

Propostas

Capitão Wagner ao lado de aliados ao anunciar a chapa da oposição
Legenda: Capitão Wagner ao lado de aliados ao anunciar a chapa da oposição
Foto: Thiago Gadelha

O político ainda mencionou que sua prioridade, se eleito, será reforçar as oportunidades de emprego no Ceará. “Meu primeiro compromisso, podem me cobrar, será simplificar a vida de quem quer abrir o próprio negócio, reduzir tantos impostos (...) Dono de moto de até 170 cilindradas, por exemplo, também não vai pagar IPVA no Ceará”, prometeu.

O candidato também exaltou a equipe que o acompanhará na campanha. “Temos Geraldo Luciano, maior executivo do Ceará, Marcos Holanda, ex-presidente do BNB e professor, Nicole Barbosa, que foi secretária do Desenvolvimento Econômico, Kamila Cardoso, Raimundo Gomes de Matos, Acilon Gonçalves, prefeito da cidade com o melhor IDH”, disse. 

Na convenção, Wagner indicou a advogada Kamila Cardoso (Podemos) e ex-deputado Raimundo Gomes de Matos (PL) para as candidaturas ao Senado e à Vice-Governadoria do Ceará, respectivamente. O postulante exaltou a experiência política do ex-deputado e a militância social de Kamila. “Do lado de cá, a mulher é protagonista e candidata ao Senado”, ressaltou.

Na reta final do discurso, o candidato a governador ainda agradeceu às lideranças partidárias e aos prefeitos aliados. 

“Queria agradecer publicamente a importância do União Brasil, PL, PTB, Avante, Pros, Podemos e Republicanos”, disse. O político também fez questão de citar nominalmente os prefeitos Glêdson Bezerra (Podemos), de Juazeiro do Norte, Professor Marcelão (Pros), de São Gonçalo do Amarante, Acilon Gonçalves (PL), de Eusébio, e Orlando Filho (MDB), de Mombaça.

Assuntos Relacionados