TAP quer stopover em Fortaleza para atrair europeus

Hub da Air France/KLM ao Ceará acirrou a disputa, e portuguesa promete estratégia agressiva no mercado

Legenda: Voo em comemoração aos 20 anos da rota entre Lisboa e Fortaleza teve visual retrô, e os passageiros receberam o 'Guia Conhecendo o Ceará', publicação do Diário do Nordeste que traz roteiro completo sobre as atrações do Estado

De olho no crescimento do mercado aéreo de Fortaleza, a TAP deve anunciar, em breve, uma série de ações para fazer frente a investimentos de empresas concorrentes como a Air France/KLM. Uma dessas ações deve ser um programa de stopover, em Fortaleza, semelhante ao que existe em Portugal, que oferece brindes, descontos em hotéis e restaurantes, como forma de incentivar a permanência de turistas no destino que serviria apenas de conexão para outras cidades.

A Companhia realizou, ontem, um voo retrô de Lisboa para Fortaleza em comemoração aos 20 anos da rota, completados no fim de março, e também ao aniversário de 292 anos de Fortaleza, no próximo dia 13 de abril.

No voo especial, toda a tripulação usa uniformes da década de 1970, os brindes entregues aos passageiros e até o cardápio fazem alusão ao período, que foi de grande crescimento para a aviação civil no mundo.

Companhia 'agressiva'

O programa Portugal Stopover existe há um ano e meio e contabiliza 100 mil usuários - pessoas que iriam para outros países da Europa e acabaram estendendo a viagem para passar até cinco dias em Portugal, por conta do incentivo do programa, que tem parceria com, pelo menos, 150 empresas. Segundo a TAP, 60% dos usuários são brasileiros.

O diretor de marketing da Companhia, Abilio Martins, em conversa com a imprensa, disse que a TAP mantém o Brasil como um mercado estratégico e que os brasileiros, em especial o público do Nordeste, podem esperar para os próximos tempos uma companhia "agressiva" do ponto de vista comercial e mantendo a "qualidade" nos serviços.

A estratégia da companhia para Fortaleza faz parte, segundo ele, de um conjunto de mudanças estratégicas pelo qual a empresa vem passando desde a privatização, há três anos. O aporte de 360 milhões de euros feito após a mudança permitiu melhorar a frota, fazendo readequações das aeronaves existentes, além da aquisição de 10 novos aviões, e reorganizar a malha de voos, com mais eficiência. Em três anos, o público transportado pela TAP saltou de 11,8 milhões por ano para 14,4 milhões.

Expansão

Em 2017, a companhia apresentou crescimento de 24% em faturamento no geral de suas operações. E uma alta superior a 40% em receitas no Brasil, na comparação com o ano imediatamente anterior. O bom desempenho, mesmo no período de crise, é atribuído pelo diretor a um novo comportamento do público de classe média em geral no Brasil de fazer, ao menos, uma viagem internacional por ano.

"Hoje, a TAP conecta 10 cidades do Brasil (com voos diretos) a quase 60 destinos na Europa. Uma companhia que fala português e está presente há 50 anos no Brasil", detalha Martins, ao acrescentar que o grande desafio é fazer crescer o número de turistas europeus indo para o Brasil, tendo em vista que a maior parte dos cliente vai no trajeto inverso.

"O Brasil é um País de muitas riquezas. Lugares belíssimos. Há muita coisa a atrair turistas. Mas precisa potencializar isso... Imagine a Amazônia, o Pantanal, as praias do Nordeste, enfim... Muita coisa linda. Falta uma melhor estratégia para atrair os europeus", opinou. A TAP realiza campanhas de promoção dos destinos, incluindo Fortaleza, entretanto, a companhia não divulgou valores investidos.

Hoje, o Brasil recebe cerca de 7 milhões de turistas estrangeiros por ano, enquanto Portugal, com território e população muito menores, recebe algo em torno de 20 milhões por ano.

Novas aeronaves

Outra parte da estratégia para Fortaleza e o Nordeste do Brasil é a chegada de novas aeronaves Air Bus, com mais autonomia de voo e menor custo de operação (a TAP é a primeira companhia do mundo a receber os novos equipamentos). A previsão é para o segundo semestre e, pelo menos, uma delas vai ser dedicada ao Nordeste, o que permitirá novas frequências e novas cidades atendidas, mas esses anúncios, a TAP deixa para um momento posterior.

Parceria

Uma das atrações do voo retrô, em comemoração aos 20 anos da rota Lisboa/Fortaleza, foi a distribuição do "Guia Conhecendo o Ceará", uma publicação do Diário do Nordeste que traz um roteiro completo de restaurantes, bares, pousadas, hotéis e atrações turísticas em Fortaleza . Por meio de uma parceria com a TAP, os passageiros, brasileiros e europeus, receberam a publicação com uma cinta comemorativa como um presente, convidando-os a conhecer o melhor o Estado e aproveitar mais a estada.

O jornalista viajou a convite da TAP

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios