Em visita à Washington, prefeito de Maracanaú formaliza intenção de parceria com BID

O objetivo é realizar investimentos em nove frentes que vão desde a revitalização dos distritos industriais à construção de um centro de eventos multiuso

Escrito por Redação,

Negócios
Legenda: O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, e o secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Desenvolvimento Urbano, Raphael Pessoa, em visita à sede do BID
Foto: Reprodução/Instagram

A Prefeitura de Maracanaú formalizou, por meio de carta, o interesse em uma parceria entre o município e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O objetivo é realizar investimentos em nove frentes que vão desde a revitalização dos distritos industriais à construção de um centro de eventos multiuso.

O documento foi entregue pelo prefeito do município, Roberto Pessoa, em visita à sede do banco, em Washington neste sábado (14). A visita é parte da agenda do Encontro Oficial de Prefeitos Brasileiros em Washington, que também contou com prospecções de investimentos privados e visita a experiências exitosas da capital estadunidense.

Confira os alvos da possível parceria:

  • Revitalização dos Distritos Industriais de Maracanaú
  • Construção de condomínios para operários
  • Implantação de uma linha de Veículo Leve sobre Trilhos - VLT
  • Aquisição de ônibus elétricos para cumprir a agenda ambiental de descarbonização
  • Implantação de uma usina de energia fotovoltaica para fornecer energia para famílias de baixa renda e iluminação de prédios públicos
  • Novas rodovias para interligação aos municípios vizinhos
  • Urbanização das orlas de rios e urbanização e despoluição de sete lagoas do Município
  • Construção de um Centro de Eventos Multiuso

Prioridade da gestão

A revitalização do polo industrial de Maracanaú é apontado como uma das prioridades de Pessoa desde o início de sua gestão, conforme adiantou o Diário do Nordeste.

À época, ele apontou a diminuição do número de terrenos disponíveis para a instalação de novas indústrias como um dos desafios, cuja solução seria a implementação de imposto progressivo em áreas subutilizadas.