Eusébio inicia vacinação infantil com imunizante da Coronavac nesta quinta-feira

Vacina pediátrica da Coronavac para crianças e adolescentes possui a mesma formulação da vacina utilizada em adultos

Escrito por Bia Rabelo, beatriz. rabelo@svm.com.br

Metro
Legenda: O Eusébio está realizando a chamada para vacinação pediátrica de 06 a 11 anos completos com a vacina da Coronavac.
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Prefeitura do Eusébio irá dar início à vacinação pediátrica com o imunizante da Coronavac a partir desta quinta-feira (26). A aplicação das doses ocorrerá voltada para o público de crianças entre 6 até 11 anos em todos os postos de saúde do município, com exceção da Unidade Básica de Saúde (UBS) Coaçu, nos horários de 8h às 15h. 

Conforme chamada para imunização infantil realizada pelo município, a vacinação com uso da Coronavac foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa).

Ao todo, a Sesa tem 70 mil doses da Coronavac no Estado. Conforme o órgão, 58 mil dessas estão em estoque, enquanto as outras 12 mil estão distribuídas entre os municípios. Já da Pfizer, a Sesa concentrava 110 mil da dose pediátrica e receberam mais 80 mil nesta quarta-feira (26), totalizando 190 mil doses disponíveis.

De acordo com o Secretário de Saúde de Eusébio, Josete Malheiro, serão utilizadas as doses disponíveis na Central de Frio do município, mas não especificam a quantidade. No entanto, já realizaram uma solicitação à Sesa para mais 1 mil doses do imunizante Coronavac e aguardam 400 outras doses da Pfizer Pediátrica.

"Com o uso da vacina Coronavac objetiva-se acelerar a vacinação das crianças a partir de 6 anos, num momento em que se convive com a elevação de novos casos Covid-19, sobretudo pela variante Ômicron".
Josete Malheiro
Secretário de Saúde de Eusébio

VACINAÇÃO PEDIÁTRICA DA PFIZER

Além da Coronavac, Eusébio também realiza a vacinação com o imunizante pediátrico da Pfizer, para crianças de 9 a 11 anos. O local de aplicação será no Shopping Eusébio, entre às 9h às 16h de amanhã (27). Segundo a Prefeitura do Eusébio, são 70 doses disponíveis por ordem de chegada. 

Para receber o imunizante, a criança precisa estar acompanhada de adulto responsável; levar um documento pessoal, como certidão de nascimento, CPF, RG ou Cartão SUS; cartão de vacinação; comprovantes de endereço e de cadastro no Saúde Digital.

AUTORIZAÇÃO DA SESA

Desde a última segunda-feira (24), a Sesa já havia liberado a vacinação com o imunizante Sinovac/Butantan para crianças e adolescentes em nota técnica que detalha as recomendações para aplicação, assim como apresenta informações sobre o imunizante. 

No documento, explica que a vacina do laboratório Sinovac/Butantan para crianças e adolescentes possui a mesma formulação da vacina utilizada em adultos.

"Isso facilitará a formação de grupos para abertura dos frascos com 10 doses e, com isso, evitar qualquer desperdício de doses".
Josete Malheiro
Secretário de Saúde do Eusébio

O esquema de vacinação da Coronavac é composto por duas doses de 0,5 ml, administrado por via intramuscular, com intervalo de 28 dias. Além disso, o imunizante possui validade de 8 horas para ser aplicado, desde que mantida em temperatura de 2°C a 8°C após a abertura do frasco.

RECOMENDAÇÕES PARA VACINAÇÃO

Em documento, o órgão recomenda que a vacinação deve ser realizada em um ambiente específico e segregado da vacinação de adultos, buscando proporcionar um espaço acolhedor e seguro ao público infantil.

"Não havendo disponibilidade de infraestrutura para essa separação, que sejam adotadas todas as medidas para evitar erros de vacinação", diz a Sesa. 

Dentre outras recomendações elencadas, estão:

  • O profissional de saúde deverá informar ao responsável que acompanha a criança sobre as principais reações locais esperadas antes de administrar a vacina;
  • O profissional de saúde deverá mostrar ao responsável que acompanha a criança que se trata da vacina contra Covid-19 no laboratório Sinovac/Butantan, assim como a seringa a ser utilizada e o volume a ser aplicado;
  • A crianças e os adolescentes deverão ser observados por, pelo menos, 20 minutos após a aplicação da vacina.

Em caso de algum efeito adverso depois da aplicação do imunizante, a Sesa recomenda que os pais ou responsáveis realizem uma notificação mesmo que o caso não esteja relacionado à vacina. "Os registros desses eventos devem ser feitos pelos profissionais de saúde, por meio do e-SUS Notifica".