Corpo de pescador que estava na lancha que desapareceu no Rio de Janeiro chega a Fortaleza

Enterro da vítima do naufrágio será na localidade de Guajiru, no município de Trairi, onde Wilson vivia com a família

Escrito por Redação,

Metro
Corpo de pescador que estava na lancha que desapareceu no Rio de Janeiro chega a Fortaleza
Legenda: O pescador deixa três filhos, dois netos e a esposa, de 52 anos
Foto: Paulo Sadat

O corpo do pescador Wilson Martins dos Santos, de 57 anos, que estava na lancha que desapareceu quando seguia do Rio de Janeiro para Fortaleza, será enterrado na manhã desta quarta-feira (10), na localidade de Guajiru, em Trairi (Litoral Oeste). É a primeira vítima do naufrágio da lancha 'O Maestro' a chegar ao Ceará.

O grupo de cinco amigos partiu no dia 26 de janeiro para Fortaleza, mas desapareceu no dia 29.

O corpo chegou à capital cearense na tarde desta terça-feira (9) e seguiu para Trairi.

>> Corpo é encontrado na área de buscas onde lancha com grupo de amigos desapareceu

De acordo com um dos três filhos da vítima do naufrágio, Renato Marcolino, o enterro será no município, onde Wilson Martins vivia com a família. "Era o local que ele gostava", explicou o filho mais velho.

Corpo de pescador que estava na lancha que desapareceu no Rio de Janeiro chega a Fortaleza
Legenda: Wilson Martins dos Santos, de 57 anos, estava na lancha que desapareceu quando vinha do Rio de Janeiro a Fortaleza, no último mês de janeiro
Foto: Arquivo pessoal

'Guerreiro'

Renato Marcolino definiu o pai como "um guerreiro", pelos constantes esforços, às vezes, saindo às 2h para pescar e levar o sustento à família. Renato foi o familiar que seguiu ao Rio de Janeiro fazer o reconhecimento do corpo de Wilson.

O pescador deixa três filhos, dois netos e a esposa, de 52 anos. O filho mais velho aproveitou a oportunidade para agradecer pelo apoio sentimental e financeiro dado para buscar o corpo do pai no Rio de Janeiro.

"Eu só tenho a agradecer a contribuição de mensagens, ligação, apoio financeiro, através da imprensa, redes sociais que fez com que todo mundo visse o nosso pedido para poder trazer o nosso pai de volta".

Mais um corpo encontrado

A Marinha do Brasil informou que, nesta terça-feira, mais um corpo foi encontrado na área de buscas onde a lancha 'O Maestro' desapareceu. De acordo com a Marinha, o corpo encontrado pelo Navio-Patrulha Oceânico "Amazonas" está em deslocamento para a Enseada do Forno, em Arraial do Cabo, para translado e identificação

Com isso, chegou a cinco o total de corpos encontrados na região do desaparecimento.

Nesta segunda-feira (8), a família de Domingos Sávio constatou, através de impressão digital, que um dos corpos encontrados no mar do Rio de Janeiro é do empresário cearense. 

Cláudio Vieira, de 52 anos, é o único tripulante da lancha "O Maestro" ainda considerado desaparecido. A família se organizou para oferecer recompensa de R$ 5 mil para quem encontrar o mecânico náutico. A mensagem com a oferta financeira começou a ser divulgada nesta terça em grupos de pescadores. 

Além de Wilson e Cláudio, estavam na lancha Guilherme Ambrósio (comandante), Ricardo Kirts e Domingos de Souza (donos do transporte).