Professora da rede pública cearense acerta tema da redação do Enem 2021

A professora Núbia Rocha, de uma escola de ensino médio em Santana do Acaraú, trabalhou o tema com os alunos duas semanas antes da prova

A imagem mostra a professora Núbia Rocha, da Escola de Ensino Médio (EEM) Nazaré Severiano, de óculos e cabelos amarrados num rabo de cavalo, sorrindo, dentro de uma moldura colorida com o nome Spaece embaixo.
Legenda: A professora Núbia Rocha leciona redação na Escola de Ensino Médio (EEM) Nazaré Severiano, em Santana do Acaraú.
Foto: Divulgação/Secretaria da Educação

No interior do Ceará, na cidade de Santana do Acaraú, uma professora da rede pública estadual antecipou em sala de aula o tema exato cobrado pela redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano. Isso, duas semanas antes da primeira aplicação do exame. 

A professora em questão é Núbia Rocha, da Escola de Ensino Médio (EEM) Nazaré Severiano. Ela trabalhou o assunto da invisibilidade social associada à falta de documentos pessoais com estudantes do terceiro ano. E, quando soube que esse foi o tema cobrado na prova no último domingo (21), se emocionou.  

A imagem mostra uma anotação feita pela professora Núbia Rocha com o tema da redação cobrado pelo Enem 2021.
Legenda: Anotação da professora Núbia Rocha propondo o tema da invisibilidade das pessoas sem registro para os estudantes do terceiro ano.
Foto: Divulgação/Secretaria da Educação do Ceará

“Não só acertei, como avisei aos alunos que a minha intuição me dizia que esse seria o tema. Minha reação foi um misto de riso e choro”, disse Núbia, relatando que os alunos lembraram de agradecê-la logo após a prova. “Me falaram que a redação foi a prova mais fácil”, contou. 

Para a professora, que costuma dizer aos alunos que “somos seres de comunicação”, a leitura e a escrita devem ser valorizadas o tempo inteiro, não somente para se ter um bom desempenho em exames educacionais, mas, especialmente, para construir pensamento crítico e cidadão. “A leitura e a escrita são atividades básicas de todo o processo de ensino e aprendizagem”, ressaltou.  

‘Custei a acreditar que fosse real’ 

Uma das estudantes da EEM Nazaré Severiano que se beneficiaram com a preparação para a prova de redação com Núbia foi Lucivânia Santos.  

A imagem mostra a estudante Lucivânia Santos sorrindo.
Legenda: Lucivânia Santos chegou a alcançar a nota 1.000 na redação feita como exercício em sala de aula com o mesmo tema cobrado pelo Enem 2021.
Foto: Divulgação/Secretaria da Educação do Ceará

A menina, que chegou a tirar nota 1.000 no exercício feito em sala de aula, disse que tomou um susto quando leu a proposta de redação, que pedia aos candidatos que dissertassem exatamente sobre “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. 

“Quando vi o tema da redação, fiquei tão nervosa e surpresa, que custei a acreditar que fosse real”, relata. Segundo ela, a escrita foi exercitada o ano inteiro em sala de aula, inclusive no período de aulas remotas. “O que nos ajudou a ter mais fluência na hora da avaliação”, acredita. 

‘Só conseguia pensar: Núbia acertou’ 

Millena Évila da Silva, como Lucivânia, também se surpreendeu ao abrir a redação. E, logo que terminou a prova, fez questão de mandar mensagem para a professora.

A imagem mostra a estudante Millena Évila da Silva séria, com a mão nos cabelos.
Legenda: A estudante Millena Évila da Silva mandou mensagem de agradecimento à professora assim que deixou o local de prova.
Foto: Divulgação/Secretaria da Educação do Ceará

“Você não tem noção da felicidade que senti quando abri a prova e vi a proposta. Só conseguia pensar: ‘Núbia acertou’. Quando você passou esse tema, não vou mentir, odiei. Mas, graças a você, consegui fazer uma boa redação!”, escreveu a jovem. 

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab

Assuntos Relacionados