Projeto busca doações para levar natal solidário à pessoas em situação de rua

Ação coordenada pelo grupo Amigos na Rua deve acontecer no dia 25 de dezembro em Fortaleza e recolhe brinquedos, alimentos e materiais de higiene. Outra equipe ligada ao projeto também realiza campanha similar, voltada para crianças, no município de Ocara, na região de Novo Horizonte

Amigos na Rua
Legenda: Durante a ação natalina a equipe do Amigos na Rua pretende distribuir entre 150 e 200 marmitas — o dobro do que distribuem semanalmente
Foto: Arquivo Pessoal/ Gabriel Rodrigues

O fim de ano é momento de celebração e retorno. Por isso, o projeto Amigos na Rua organiza Natal solidário para pessoas em situação de rua em Fortaleza e está recebendo doação de mantimentos e brinquedos para a ação.

A ideia é distribuir durante a tarde do dia 25 de dezembro, marmitas, kits de higiene e brinquedos para crianças e adultos vulneráveis que estiverem nos arredores do Centro de Fortaleza. Além do ato na Capital, o grupo também organiza ação paralela no município de Ocara, no interior do Ceará. Por lá, a campanha será voltada para crianças da região de Novo Horizonte. 

A operação natalina é uma extensão das ações do grupo, ressalta o estudante de engenharia civil Gabriel Rodrigues, um dos voluntários do projeto. Sete pessoas contribuem com o Amigos na Rua, que distribui semanalmente, desde o começo da pandemia de Covid-19, marmitas para a população vulnerável no Centro de Fortaleza — tudo idealizado pela tia de Gabriel, Eduarda Nobre.  

Mas por conta do dia a dia apertado de alguns voluntários, e já com o objetivo de uma campanha especial de fim de ano, a equipe escolheu o sábado de natal como data para a intervenção. Nas estimativas do grupo, só em Fortaleza, serão distribuídas entre 150 e 200 'quentinhas', quase o dobro das 80 que o projeto já reparte geralmente, garante Gabriel. 

“Isso no Centro e nas redondezas do Centro. Antes de ir para casa, vamos passando pelas avenidas, pelas ruas, e vamos entregando nos carros, mesmo, por uns 20 ou 30 minutos. A gente tem aquele pensamento de jantar em família no natal. A família deles muitas vezes é a da rua, vemos esse companheirismo. Queremos levar isso: que eles tenham o que comer no natal e jantem com a família deles”, reforça o estudante. 

Crianças 

Crianças também receberam doações
Legenda: Crianças também receberam doações
Foto: Gabriel Rodrigues/ Arquivo Pessoal

Enquanto a ação na Capital acontece no Centro de Fortaleza e está direcionada à pessoas em situação de rua, no interior, a equipe tem como público crianças da região de Novo Horizonte. Kits com guloseimas e brinquedos serão distribuídos para os pequenos que participarem da ação. O grupo pretende recolher material suficiente para montar 300 kits infantis

A ideia de expandir a corrente para fora de Fortaleza já era um desejo antigo do grupo, conta Gabriel. Ele e a amiga Rafaela Castro, moradora da região, resolveram dar continuidade a um momento já existente na comunidade e que foi interrompido. “Já existia em Novo Horizonte uma ação. Faziam todo ano no dia das crianças e no natal mas há dois anos não faziam mais. Resolvemos resgatar e vamos colocar um papai noel”, explica. 

Para evitar o contágio durante a pandemia de Covid-19, o grupo segue protocolo de segurança rígido, com direito a papai noel mascarado. “Como a gente não quer que seja aglomerado, vai ser em um campo. As crianças vão estar em fila e vão entrar uma de cada vez. Elas pegam o kit, tiram uma foto com papai noel, e saem. Só vai entrar de máscara. O papai noel também vai estar máscara. Só pode entrar no máximo três crianças da mesma família. 

Saiba como contribuir

Alimentar quem mais precisa é a missão do grupo
Legenda: Alimentar quem mais precisa é a missão do grupo
Foto: Gabriel Rodrigues/ Arquivo Pessoal

O Amigos na Rua recebe, além da doação de brinquedos e alimentos, material de higiene e descartáveis para a realização da campanha. Em adição à doação de materiais, o grupo aceita doações financeiras em contas ligadas ao projeto e organiza rifa de dois óculos. As contribuições em dinheiro, explica Gabriel, são para a compra de alimentos. Já o arrecadado pela rifa será usado na compra de brinquedos para crianças. 

Materiais infantis usados também podem ser doados. Quem deseja enviar a contribuição pode entrar em contato com a organização através da rede social do projeto. “Nós recolhemos os produtos às terças-feiras. Caso seja necessário, buscamos em casa”, frisa o estudante. 

Bradesco
Agência 0649 
Conta 60046 6 
Francisco Gabriel Alves Rodrigues

Banco do Brasil
Agência 1218 1
Conta: 32526 0 
Vladson Pereira da Silva 

Quero receber conteúdos exclusivos do Dias Melhores