Espetáculo de teatro relembra a vida de Frei Tito

A apresentação documenta a trajetória do frade católico brasileiro que completaria neste sábado (14)

Legenda: O elenco, composto pelos atores Maria Vitória, Leonardo Costa, William Mendonça e Ricardo Guilherme busca evidenciar uma breve biografia de Frei Tito, em paralelo aos processos históricos da época
Foto: Divulgação/Gustavo Portela

Se estivesse vivo, Frei Tito de Alencar Lima completaria 74 anos neste sábado (14), data escolhida pelo Grupo Formosura de Teatro para a apresentar o espetáculo “Frei Tito: Vida, Paixão e Morte”, às 20h, no Teatro da Praia.

O dominicano cearense lutou contra a ditadura militar no Brasil dos anos 1960 e 1970, foi preso político, torturado e banido do país, sendo exilado na França. O texto de Ricardo Guilherme, além da biografia de Frei Tito, traz também fatos marcantes relativos à geração que, no Brasil, encarnou a vanguarda de uma militância revolucionária contra o governo vigente à época.

“Foi como um desafio estético e temático que aceitamos montar e apresentar esta peça. Tito é um personagem complexo, atormentado, paradoxal. Um religioso envolvido com um grupo revolucionário de luta armada contra a ditadura, cuja morte trágica o transformou em ícone e “mártir” da resistência à ditadura militar no Brasil”, contextualiza Graça Freitas, responsável pela direção do espetáculo.

Para além dos processos históricos, uma breve biografia do frade é abordada, evidenciando a relação com sua família seguida do envolvimento nos movimentos sociais e exílio na França. “É um ato poético-político, uma oportunidade de levar adiante as denúncias de Tito e prosseguir na luta pela construção de uma democracia plena em nosso País”, explica William Mendonça, também produtor do espetáculo.

Serviço
“Frei Tito: Vida, Paixão e Morte”, no sábado (14), às 20h, no Teatro da Praia (Rua José Avelino, 662 – Praia de Iracema). Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Classificação: 12 anos