Moro se torna sócio de empresa que administra recuperação judicial da Odebrecht

O ex-ministro, responsável pela condução da Operação Lava Jato, comandará a área de disputas e investigações da empresa a partir de dezembro

Legenda: Nas redes sociais, o ex-juiz escreveu que ingressa na Alvarez & Marsal para ajudá-la a fazer coisa certa, com políticas de integridade e anticorrupção, e garantiu que não atuará em casos de potencial conflito de interesse
Foto: Agência Brasil

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi anunciado, no último domingo (29), como novo sócio-diretor da empresa da empresa Alvarez & Marsal, dos Estados Unidos, escritório que atua como administradora judicial da Odebrecht, empreiteira que é investigada pela Operação Lava Jato.

À TV Globo, o ex- ministro confirmou a nova função e informou que não se pronunciaria mais sobre o assunto. Nesta segunda-feira (30), porém, ele voltou a falar da novidade, agora nas redes sociais.

"Ingresso nos quadros da renomada empresa de consultoria internacional Alvarez & Marsal para ajudar as empresas a fazer coisa certa, com políticas de integridade e anticorrupção. Não é advocacia, nem atuarei em casos de potencial conflito de interesses", escreveu no Twitter.

Experiência

No anúncio divulgado no site, a empresa informou que ex-juiz comandará a área de disputas e investigações a partir de dezembro. De acordo com o comunicado, o objetivo é que Sérgio Moro possa "desenvolver soluções para disputas complexas, investigações e questões de compliance" para os clientes, com base em sua experiência governamental.

Também segundo o anúncio, o ex-ministro, que conduziu os processos da Operação Lava Jato, é "especialista em liderar investigações anticorrupção complexas" e também em estratégias de compliance. As informações são do G1.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o Brasil