Ora-pro-nóbis: veja os benefícios da planta para a saúde

Planta é conhecida por ter flores, folhas e frutos comestíveis, além de ser lembrada pelos benefícios ao organismo

planta ora-pro-nóbis
Legenda: A Oro-pro-nóbis era facilmente encontrada em Minas Gerais, mas está presente em diversas cidades do país atualmente
Foto: Shutterstock

Conhecida pela extrema riqueza nutricional, a ora-pro-nóbis, planta chamada cientificamente de Pereskia aculeata Miller ou Pereskia grandifolia Haword, era presença garantida nas mesas brasileiras ainda na época da colônia. Atualmente, com forte presença de Norte a Sul do País, é requisitada por conta dos inúmeros benefícios ao organismo. 

Determinada como Planta Alimentícia Não Convencional (Panc), justamente por ter folhas, flores e frutos comestíveis, ela é originária da América Tropical. Além disso, é conhecida pela floração exuberante e também por ser um cacto com folhas

"É uma planta repleta de espinhos grandes, fortes e muito afiados em seu caule. Suas folhas lanceoladas, suculentas, possuem tamanhos variados, podendo ser bem grandes ou muito pequenas", explica a nutricionista e professora Aline Bezerra, que concedeu entrevista ao Diário do Nordeste para explicar as características da planta.

Legenda: As folhas da ora-pro-nóbis também são comestíveis
Foto: Shutterstock

Propriedades

Entre as propriedades comprovadas da ora-pro-nóbis estão compostos como minerais - com a presença massiva de cálcio, magnésio, manganês e zinco - e vitaminas como A, C e ácido fólico

Além disso, as folhas dessa planta possuem níveis elevados de fibra alimentar, com 39,1% em base seca, também se destacando pela presença de aminoácidos como a leucina, fenilalanina e lisina e triptofano.

Ao todo, dez compostos fenólicos estão presentes no extrato seco das folhas orgânicas desta espécie.

São eles: ácido caftárico, principal fenol constituinte do extrato, dois ácidos fenólicos resultantes do ácido cafeico e oito flavonoides.

"Ela também possui alta concentração de fósforo, ferro, potássio, enxofre, cobre, zinco, boro e manganês", complementa a especialista na área.

Para que serve

Ainda de acordo com Aline Bezerra, esta planta é indicada por diversos profissionais para a prevenção e tratamento de anemia, já que possui uma grande quantidade de ferro nas folhas. Elas, inclusive, são usadas para preparações culinárias. 

"Suas folhas também são utilizadas na medicina popular em processos inflamatórios, como emoliente, na recuperação de pele em queimaduras, na cicatrização de úlceras e na redução do colesterol e diabetes, principalmente devido a sua alta fração de mucilagem, um tipo de fibra solúvel", explica.

Ajuda no emagrecimento?

Não é difícil encontrar quem procure a planta por já ter escutado da capacidade da planta em auxiliar no processo de emagrecimento. Segundo a nutricionista, alguns dos componentes dessa espécie podem ser cruciais nesse sentido.

Legenda: A ora-pro-nóbis sempre foi conhecida como "carne dos pobres", já que possui cerca de 25% de proteína
Foto: Shutterstock

Assim, a fibra dietética alimentar solúvel e insolúvel, tão presente na ora-pro-nóbis, da mesma forma que os aminoácidos essenciais, especialmente o triptofano, fitoesteróis e antioxidantes, auxiliam na saciedade e estão intimamente ligados a esse objetivo.

Auxilia no controle da gastrite ou diabetes?

As folhas da planta, como conta Aline Bezerra, são indicadas em diversos processos inflamatórios, justamente por conta da alta fração de fibra alimentar.

Conforme estudos científicos, essas fibras apresentam efeito metabólico no trato gastrointestinal, retardam o esvaziamento gástrico e, além disso, o tempo do trânsito intestinal, diminuindo a absorção de glicose. Essa característica é importante para o tratamento de diabetes e colesterol.

Legenda: As folhas da ora-pró-nóbis são utilizadas na medicina popular em processos inflamatórios
Foto: Shutterstock

Quando o assunto é gastrite, os benefícios ainda se encontram sob estudo em todo o mundo. Sabe-se, por exemplo, que na forma de farinha a planta surte efeitos na adesão de probióticos (Lactobacillus casei) nas células epiteliais intestinais, melhorando sintomas gastrointestinais.

Como consumir

Por aqui, não há dúvidas: tanto as folhas, quanto as flores do ora-pro-nóbis são comestíveis. Pelo menos é o que continua explicando Aline Bezerra, que também é doutora em Ciência e Tecnologia dos Alimentos.

A exceção fica com os talos e raízes, que ainda não foram alvo de amplos estudos por parte da comunidade científica. Quanto à melhor forma de consumo, a profissional aponta que se pode pensar especificamente nas formas de utilizá-los.

Recomendações

"As folhas e os brotos jovens, que não contém espinhos, podem ser consumidos secos e moídos, e utilizados no enriquecimento de produtos panificáveis e massas", inicia ao lembrar que podem ser ingeridos crus, cozidos ou refogados. 

"As flores jovens podem ser consumidas puras ou incorporadas em saladas, geleias, omeletes entre outras preparações. Seus frutos alaranjados possuem um alto conteúdo de vitamina C, e apresentam sabor ácido, podendo ser utilizados no preparo de sucos também", complementa. 

Receitas

Frango com ora-pro-nóbis

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de cebolinha-verde 
  • 2 colheres (sopa) de salsa picada
  • 1 litro de água
  • 200 folhas de ora-pro-nóbis (hortaliça)
  • 2 coxas de frango
  • 2 sobrecoxas de frango
  • 1 peito de frango
  • 4 colheres (sopa) de óleo
  • 3 dentes de alho
  • 1 cebola média 

Passo a passo:

  1. Junte o óleo na panela e refogue o alho, a cebola, a cebolinha e a salsa;
  2. Junte os pedaços de frango, já temperados com sal, e mexa no recipiente;
  3. Adicione a água quando o frango estiver dourado e deixe ferver até reduzir o caldo;
  4. Acrescente as folhas de ora-pro-nóbis na panela e ferva. Após isso, o preparo já está finalizado.

Salada

Ingredientes:

  • Folhas de ora-pro-nóbis (quantidade desejada)
  • Folhas de rúcula e aspargos
  • 2 colheres de chia e linhaça
  • 2 colheres de nozes
  • Flores da ora-pro-nóbis

Modo de preparo:

  • Misture todas as plantas em um recipiente e acrescente molhos, azeite ou vinagre

Suco verde

Ingredientes:

  • 200 ml de água
  • 8 folhas de ora-pro-nóbis
  • 4 maçãs
  • 6 folhas de azedinha
  • 1 colher (de café) de gengibre fresco

Como fazer:

  • Misture todos os ingredientes no liquidificador e coe o líquido. Se preferir, acrescente bastante gelo para complementar o suco e acrescente própolis verde.

*Aline Bezerra é professora adjunta do Departamento de Tecnologia e Ciência dos Alimentos da Universidade Federal de Santa Maria/RS. Atou como docente no Departamento de Engenharia de Alimentos da Universidade Federal do Ceará (UFC) nos anos de 2018 e 2019 e no IFAM - Campus São Gabriel da Cachoeira/AM em 2017. Coordena projetos de pesquisa e extensão nos seguintes temas: Compostos funcionais e bioativos de Plantas Alimentícias Não Convencionais e Plantas Medicinais, Aproveitamento Integral dos Alimentos, Cereais e Resíduos agroindustriais.