Medicamento Losartana é recolhido por risco de conter impureza associada ao câncer

A empresa informou que a retirada é uma "medida de precaução devido à presença de impurezas mutagênicas nos produtos"

Escrito por Redação,

Ser Saúde
Losartana, remédio para pressão arterial
Legenda: A farmacêutica alerta sobre a interrupção abrupta do tratamento
Foto: Divulgação

O recolhimento voluntário e preventivo de todos os lotes do Losartana, um dos remédios mais usados para o tratamento de pressão alta (hipertensão arterial), foi anunciado pela farmacêutica Sanofi Medley

A empresa informou em nota que a retirada do produto é uma "medida de precaução devido à presença de impurezas mutagênicas nos produtos". As impurezas mutagênicas citadas são substâncias químicas que podem causar alterações no DNA de uma célula.

"Este recolhimento é uma medida de precaução e, até o momento, não existem dados para sugerir que o produto que contém a impureza causou uma mudança na frequência ou natureza dos eventos adversos relacionados a cânceres, anomalias congênitas ou distúrbios de fertilidade. Assim, não há risco imediato em relação ao uso dessas medicações contendo losartana", diz o informe da empresa.

Riscos da interrupção do tratamento

Riscos potenciais aos pacientes que utilizam a losartana podem ser causados com a descontinuidade abrupta do tratamento. A farmacêutica alerta que essa interrupção sem a consulta a médicos ou sem um tratamento alternativo é maior do que o risco potencial apresentado pela impureza em níveis baixos.

Recolhimento do remédio

O recolhimento não apresenta nenhum custo para o paciente. Quem tiver um destes medicamentos deve ligar para o SAC da Medley 0800-703-0014 (segunda a sexta-feira, das 08h às 18h) para agendar a coleta da medicação.