Bondinho de Ubajara será reinaugurado em janeiro, diz prefeito do Município

Após seis anos fechado, o teleférico deve voltar a receber turistas em 2022, informou Renê Vasconcelos

Cabine do bondinho de Ubajara
Legenda: A revitalização do local deve ter modernizado a arquitetura das estações, além de trocar os equipamentos do teleférico, entre outras mudanças
Foto: divulgação

O teleférico do Parque Nacional de Ubajara será reinaugurado em 7 de janeiro de 2022, informou o prefeito do Município, Renê Vasconcelos, nesta quarta-feira (29). O equipamento, localizado na Serra da Ibiapaba, estava pronto desde setembro, mas aguardava uma licença para voltar a operar.

"Recebi agora a confirmação do nosso governador Camilo Santana, a inauguração do nosso Bondinho pro dia 07 de janeiro! Vamos começar o ano de forma positiva! Muito obrigado a todos que contribuíram pra realização desse sonho!", escreveu o gestor ao anunciar a novidade nas redes sociais. 

Print da postagem no Instagram feita pelo perfeito de Ubajara anunciando reabertura do bondinho de Ubajara
Foto: reprodução

A assessoria de imprensa da Secretaria de Turismo (Setur), responsável pela administração do equipamento, confirmou a previsão de reinauguração, mas frisou que a data ainda pode sofrer alterações, já que alguns serviços ainda estão sendo finalizados, como a instalação de internet, entre outros. 

Inicialmente, o prazo para a reabertura foi previsto para dezembro de 2018, no entanto, a data foi adiada duas vezes, culminando neste novo período, três anos após o original.

Obra do bondinho

O bondinho teve as atividades paralisadas em 2015, após técnicos constatarem a necessidade de reparo e modernização do equipamento. Em seguida, um projeto de revitalização foi implementado no local. A empresa contratada para realizar as obras chegou a desistir da iniciativa, em agosto de 2020, sendo substituída por outra em um novo certame licitatório, no valor de R$ 1,8 milhão

Segundo a previsão da Secretaria de Turismo (Setur), a revitalização vai modernizar a arquitetura das estações, além de trocar os equipamentos e componentes do sistema eletromecânico e de segurança do teleférico, entre outros. 

O bondinho, que fica suspenso em cabos de aço, faz um trajeto de 550 metros, entre a Estação Superior e Inferior. Ele é utilizado por visitantes para visitar a Gruta de Ubajara, única aberta ao público, ou somente para realizar o passeio sobre o parque.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o bondinho ainda é utilizado como meio de transporte por moradores do distrito de Araticum, no Município.

Desestatização do parque

O equipamento, localizado em uma Unidade de Conservação Federal de Proteção Integral, é administrado pelo Governo do Estado, através da Setur. Já o Parque Nacional de Ubajara é de responsabilidade do ICMBio.

Em abril, o presidente Jair Bolsonaro (PL) oficializou a inclusão do parque no Programa Nacional de Desestatização (PND). A unidade se junta ao Parque Nacional de Jericoacoara, já presente no programa que visa conceder à iniciativa privada parques e unidades de conservação. 

Além de Ubajara, outros oito parques também foram inclusos no PND, "para fins de concessão para prestação dos serviços públicos de apoio à visitação, com previsão do custeio de ações de apoio à conservação, à proteção e à gestão".

Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará