Sete suspeitos de matar jovem a tiros em Ubajara, no interior do Ceará, são presos

Ela teve a casa invadida por homens armados que procuravam pela mulher e o companheiro dela, que seria integrante do grupo criminoso rival

Escrito por Redação,

Segurança
Jovem de 18 anos é morta a tiros em casa, em Ubajara, no interior do Ceará
Legenda: Na ocasião, o companheiro dela conseguiu fugir do bando. Ele foi preso horas depois, suspeito de participar de duplo homicídio que teve como uma das vítimas uma mulher gestante
Foto: Arquivo pessoal

Sete suspeitos de matar uma jovem de 18 anos a tiros em Ubajara, no interior do Ceará, foram presos na segunda-feira (27), na mesma data em que o crime ocorreu.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, Tamylles Oliveira da Silva teve a casa invadida por homens armados e foi atingida com vários disparos, momento em que os suspeitos procuravam pela mulher e o companheiro dela, que seria integrante do grupo criminoso rival e envolvido em homicídios na região.

Na ocasião, o homem conseguiu fugir do bando. O fato aconteceu na localidade de Sítio Carpina, zona rural da cidade.

Foram capturados sete homens envolvidos diretamente no assassinato dela: Antônio Eudes da Silva (25), o “DJ”; Mateus Ramos Silva (22), o “Pachola”; Gleiciano da Cunha Silva (25); Emanuel Weslley Sousa da Silva (25); Allyson Luiz Santos (24); Ederson Silva Azevedo (28), o “Pica-pau” e Jardeson Silva Azevedo (31), o “Manin”.

Todos os suspeitos foram localizados em Ubajara e conduzidos para Delegacia Regional de Tianguá, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de homicídio e por integrarem grupo criminoso.

Investigação

Em desfavor de Antônio Eudes foi cumprido, ainda, um mandado de prisão preventiva pelos mesmos crimes do qual ele foi autuado.

A Polícia Civil segue em diligências a fim de capturar outros homens, já identificados, envolvidos na mesma ação criminosa.

Outra captura

Também na segunda, em Ubajara, as Polícias Civil e Militar cumpriram o mandado de prisão preventiva em desfavor de Antônio Lucas de Sousa Vieira, de 20 anos, suspeito de participar de duplo homicídio registrado em novembro deste ano, em que teve como uma das vítimas uma mulher gestante.

Conforme informações policiais, ele é companheiro de Tamylles Oliveira da Silva e também seria alvo dos criminosos.

Assuntos Relacionados