Desembargador do Piauí pode assumir vaga no Supremo

Kassio Nunes Marques tem apoio do Centrão e de Flávio Bolsonaro

O desembargador Kassio Nunes Marques, favorito a ocupar a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF), tem bom trânsito na classe política. Piauiense, Kassio tem apoio de líderes do Centrão, como Ciro Nogueira (PP-PI); do filho do presidente Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e também de senadores piauienses como Elmano Férrer (PTB-PI). Kassio virou desembargador por indicação de Dilma Rousseff.

Até ontem, o desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região trabalhava para conquistar uma vaga no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, segundo um amigo próximo, ele se apresentou a Bolsonaro como candidato ao STJ, mas acabou surpreendido com o convite para assumir o posto no Supremo.

Alguns senadores foram avisados por um emissário do Palácio do Planalto que Kassio foi escolhido para a indicação ao STF. Nessas conversas, a justificativa dada pelo representante de Bolsonaro é de que Kassio foi escolhido por ser próximo de Ciro Nogueira e de Flávio Bolsonaro. A avaliação no Planalto é de que Bolsonaro só vai encaminhar o nome do eventual escolhido ao Senado após a vacância de Celso de Mello, em 13 de outubro.

Até a formalização do nome, o presidente ainda pode mudar de ideia e indicar outra pessoa. A previsão é que o presidente combine com Davi Alcolumbre para que a sabatina do indicado ocorra imediatamente após o envio da mensagem. A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet, já sinalizou que marcará o escrutínio tão logo os trâmites de nomeação sejam formalizados.

Legenda: Brasília dá como certa a indicação do desembargador piauiense Kassio Nunes Marques, com bom trânsito entre políticos, para ocupar a cadeira de Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF)
Foto: Samuel Figueira

Perfil

Kassio tem 48 anos e pode ser ministro da Corte por 27 anos. Ele é católico e apontado entre seus pares como um dos desembargadores mais produtivos. Ele tem uma média de 600 decisões por dia.

Kassio também é próximo da deputada federal Margarete Coelho (PP-PI), que é advogada. Eles fizeram pós-graduação juntos. Nunes foi nomeado para o cargo de desembargador federal pela então presidente Dilma Rousseff, após ter sido o mais votado em lista tríplice da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Aceno ao Nordeste

Ponto a favor de Kássio Nunes Marques foi o fato de ele ser do Piauí. A possível indicação de Kassio é um gesto de Bolsonaro ao Nordeste, região da qual o presidente busca se aproximar, já de olho nas eleições de 2022

Outras opções

O nome do Kassio se apresentou como uma solução para os problemas de Bolsonaro, que tinha como opções os ministros da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira, e da Justiça, André Mendonça

Quero receber conteúdos exclusivos sobre política

Assuntos Relacionados