Mais de 600 aprovados em concurso público do BNB aguardam convocação

O certame realizado em 2014 aprovou 1.432 pessoas, mas 633 ainda não foram chamados

Escrito por Redação,

Negócios

Cerca de quatro anos após o Banco do Nordeste do Brasil S/A realizar concurso público para o cargo de Analista Bancário do seu quadro funcional, 633 candidatos ainda aguardam convocação. Eles fazem parte dos 1.432 aprovados no certame, em 2014, para o qual foram inscritos mais de 88 mil candidatos. O prazo para o fim do concurso será no dia 04/07/2018. 

Com previsão de 790 mil operações de crédito e mais 400 mil renegociações em 2018, o Banco demanda mão-de-obra, informa a Associação de Funcionários do BNB (AFBNB). Em visitas realizadas às unidades de atendimento do BNB, a Associação constatou "a "flagrante carência de pessoal, sobretudo nas agências. Em estudos realizados pelo próprio banco há uma demanda de 980 funcionários, sendo 800 só para as agências e isso explica o motivo que não está sendo possível aplicar todo o recurso do FNE", diz. 

"Com tudo, quem deve sofrer mais ainda são os clientes do BNB que vão ter seus projetos de investimento submetidos a um maior tempo para análise, assim são investimentos que deixam de ser feito na nossa região, deixando de gerar empregos e rendas", complementa a instituição.

Comitiva discute ampliação

AFBNB e uma comitiva de deputados federais liderados por Moses Rodrigues (CE), Julio Cesar (PI) e Efraim Filho (PB), os Deputados Estaduais do Ceará Renato Roseno e Nestor Bezerra e o Senador Eunício Oliveira (CE) têm feitos tratativas com o Sest, secretaria do Ministério do Planejamento, na pessoa do Fernando Soares, para autorizar o pedido feito pelo BNB de ampliação do quadro de funcionários e a convocação dos 633 aprovados que ainda aguardam suas convocações.

A comissão de aprovados viajou junto a Rita Josino, presidente da AFBNB, para Brasília nesta segunda-feira (25), com o objetivo de tentar destravar as convocações no SEST e para isso, alguns parlamentares do Nordeste estão sendo procurados. Já foram contactados José Pimentel (CE), Fátima Bezerra (RN), José Agripino (RN), além do presidente do senado Eunício Oliveira (CE).